Publicidade
Manaus
Manaus

Pistoleiro que matou após desentendimento em jogo de baralho é preso em Manaus

Neste sábado (27), o titular da DEHS Paulo Martins disse que junto com Pixote foram presos Adriano Silva Monteiro, o “Gordinho”, e Vanderlan Costa Rodrigues o “Cabeludo” 27/09/2014 às 12:52
Show 1
O trio foi preso com drogas em hotel na AV. Joaquim Nabuco
joana queiroz ---

Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros  (DEHS) prenderam na tarde de sexta-feira  Patrik Pina Teixeira, o “Pixote”. Ele é apontado como sendo o segundo homem  que participou da morte de Carlos Augusto de Souza Guimarães, 29, o “Xanxito”, ocorrida no dia 1 deste mês no bairro Morro da Liberdade, Zona Sul. O pistoleiro Enilton Cordovil Coelho, 30, o “Roletinha”, foi preso segunda-feira  e confessou o crime dizendo que o crime foi motivado por uma briga por causa de jogo de baralho.

Neste sábado (27), o titular da DEHS Paulo Martins disse que junto com Pixote foram presos Adriano Silva Monteiro, o “Gordinho”, e Vanderlan Costa Rodrigues o “Cabeludo”. Os mesmos estavam em um veiculo Corsa de cor vermelha e placa DKM-8128 que estava sendo dirigido pó Cabeludo. De acordo com o delegado, Pixote, que é natural do Pará, estava se preparando para fugir.

 Os três foram levados para a delegacia e durante revista no carro os policiais encontraram porções de droga que estavam escondidos  debaixo do painel do carro. Ninguém assumiu ser o dono da droga. Eles foram autuados por tráfico de droga e associação para o tráfico e no final da tarde de ontem foram encaminhados para a cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

 O delegado informou que Gordinho tem várias passagens pela polícia  e pela cadeia também. Ele foi preso no mês de abril deste ano como suspeito de matar o fuzileiro naval Leandro Rocha em fevereiro deste ano e de ferir outras duas pessoas. Ele também é apontado como um dos gerentes da facção criminosa Família do Norte (FDN) no bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Sul de Manaus.

 Vinte e quatro dias depois de ter assassinado o desafeto Carlos Augusto de Souza Guimarães, 29, o “Xanxito”, no bairro Morro da Liberdade, na Zona Sul, o pistoleiro Enilton Cordovil Coelho, 30, o “Roletinha”, foi preso tentando fugir de Manaus para o município de Tefé, na noite da última quarta-feira (24), em uma embarcação no Porto da Manaus Moderna. Segundo a polícia, o suspeito executou Xanxito com mais de nove tiros por causa de uma rixa de jogo de baralho.

Publicidade
Publicidade