Publicidade
Manaus
TRANSPORTE

Planilhas que definiram aumento da tarifa do transporte coletivo serão analisadas

O presidente do Tribunal de Contas, Ari Moutinho, deu prazo de três dias para os técnicos apresentarem se os números da planilha são 'reais ou fictícios' 07/03/2017 às 13:37 - Atualizado em 07/03/2017 às 13:38
Show show 1200319
(Foto: Euzivaldo Queiroz)
Alik Menezes Manaus (AM)

Após reunião no Tribunal de Contas do Estado (TCE), entre representantes do município e Estado, foi decidido que uma equipe técnica formada por membros do TCE e Sefaz fará uma análise dos números da planilha que aumentou o preço da tarifa do transporte coletivo em Manaus.

O presidente do Tribunal de Contas, Ari Moutinho, deu prazo de três dias para os técnicos apresentarem se os números da planilha são "reais ou fictícios" e na segunda-feira será apresentado ao Prefeito e ao governador do Estado, José Melo.

"Para que eles possam ter o entendimento que traga benefício para a cidade de Manaus, mas que as pessoas  (técnicos) digam se a tarifa é real”, afirmou Moutinho.

Enquanto isso, a tarifa do transporte coletivo continuará fixada em R$3.80.

O prefeito em exercício Wilker Barreto afirmou que é impossível baixar o valor da tarifa no período de análise das planilhas. 

 

Publicidade
Publicidade