Domingo, 25 de Outubro de 2020
Manaus

Plano Diretor de Manaus terá mais um ano para ser avaliado

No novo sistema de discussão, o Plano Diretor será devolvido pela Câmara à Prefeitura que terá seis meses para cumprir as exigências necessárias de participação popular



1.gif O Presidente Isaac Tayah explicou que todas as sugestões e propostas recebidas das entidades produtivas e das comunidades serão estudadas
29/10/2012 às 14:37

A nova metodologia de revisão do Plano Diretor de Manaus, determinada pela Justiça, depois de uma reunião com os representantes da Prefeitura, do Implurb e da Câmara, foi anunciada na manhã desta segunda-feira (29) pelo presidente da Casa Isaac Tayah.

No novo sistema de discussão, o Plano Diretor será devolvido pela Câmara à Prefeitura que terá seis meses para cumprir as exigências necessárias de participação popular, remetendo depois à Câmara, para analise, audiências públicas, estudos técnicos e votação final, chancelando o documento que será o direcionamento do crescimento da cidade nos próximos 10 anos.



O Presidente Isaac Tayah explicou que todas as sugestões e propostas recebidas das entidades produtivas e das comunidades serão estudadas como alternativas de enriquecimento do documento no futuro, evitando desperdício dos esforços realizados e chegou a indicar a mesma sistematização na Prefeitura que, diferente da Câmara, teve custos elevados na contratação da empresa para a montagem do Ante Projeto

Todas as Sub Comissões e a Comissão Geral do Plano Diretor existentes da Câmara foram desmobilizadas e um novo processo será refeito no momento do recebimento de documento dentro de seis meses, antecedendo a votação final, para estudo das propostas antes da votação final.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.