Publicidade
Manaus
Manaus

PM ajuda a socorrer crianças durante incêndio causado por isqueiro, na Zona Norte

O Corpo de Bombeiros informou que as crianças estavam sozinhas no momento do incêndio, que foi causado por uma brincadeira com isqueiro que incendiou primeiro o colchão e se espalhou para outros móveis 09/08/2015 às 16:16
Show 1
O caso será investigado pela Polícia Civil, através da perícia que foi realizada no local do incêndio.
Kamyla Gomes ---

Um Policial Militar de folga da 26° Companhia Interativa Comunitária (Cicom), identificado como Francisco Junior, ajudou junto com populares, a salvar três crianças de seis, quatro e dois anos de idade, de um incêndio em uma kitinet ocorrido na manhã deste domingo (9), na avenida Chico Mendes, bairro Novo Israel, Zona Norte de Manaus.

O Corpo de Bombeiros informou que as crianças estavam sozinhas no momento do incêndio, que foi causado por uma brincadeira com isqueiro que incendiou primeiro o colchão e se espalhou para outros móveis, causando as perdas de aparelho de som, fogão, ar condicionado e outros eletrodomésticos.

Duas crianças sofreram queimaduras de segundo grau, que atingiram o rosto, costas, braços e pernas, a que ficou em situação mais grave, foi a menina de dois anos, que sofreu queimadura de 3° grau e permanece respirando através de aparelhos. Todos ainda estão no hospital.

Situação comovente

“Eu estava em outro compromisso, de folga, e passava pelo local quando vi uma casa pegando fogo e todos desesperados, gritando e tentando quebrar as portas que eram de ferro. Fui ajudar e conseguimos entrar e salvar as crianças, e lá já tinha um rapaz tentando socorrer uma menina”, declarou o policial.

“A situação foi muito comovente, eles perderam completamente tudo. As crianças foram para o hospital consciente, apesar de terem inalado muita fumaça. Como hoje é Dia dos Pais e eu não sou pai, me coloquei no lugar dele. O que importa pra mim não é mídia, e sim as crianças ficarem bem”, finalizou.

Esclarecimento

O pai das crianças, o padeiro Isaías de Andrade, esclareceu que o casal não tem o costume de deixar as crianças sozinhas em casa.

“Eu estava trabalhando e a minha esposa saiu rapidamente para fazer as compras da casa. A minha filha de 4 anos, subiu em cima da botija de gás e pegou o isqueiro e incendiou, quando se propagou. Foi somente hoje que isso aconteceu. Não temos o costume deixá-las sozinhas na nossa casa”, informou Isaías.

O caso será investigado pela Polícia Civil, através da perícia que foi realizada no local do incêndio.


Fogo teria iniciado em colchão, e se propagou para outros móveis. Foto: Divulgação


Publicidade
Publicidade