Publicidade
Manaus
Manaus

PM atira no próprio filho em Manaus após discussão

Segundo a polícia, pai teria discutido com o filho e disparado três tiros contra ele. Ele ainda efetuou um tiro contra o próprio pé 09/12/2014 às 15:32
Show 1
Tanto o pai (foto) quanto o filho foram hospitalizados no HPS Platão Araújo
Girlene Medeiros Manaus (AM)

O sargento da Polícia Militar Júlio César Marques Reis, de 46 anos, lotado da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), foi preso suspeito de atirar contra o próprio filho na noite desta segunda-feira (8). Os tiros foram disparados dentro da casa do policial, localizada na rua Tibérias, no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus. O caso foi registrado no 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

O policial é apontado pelo filho, Williams Junio Goes Reis, de 23, como autor de quatro disparos. Três dos tiros atingiram a perna do rapaz e o quarto feriu o pé do sargento. Williams contou à polícia que o sargento chegou alcoolizado em casa e desligou as luzes da residência. Os dois começaram a discutir e o policial teria agredido fisicamente o filho.

De acordo com depoimento de Williams, o sargento teria dito que iria matá-lo. No auge da discussão, o jovem afirmou que pegou a arma de fogo e a entregou para o pai com o intuito de saber se o sargento teria coragem de matá-lo. Os tiros foram disparados e, segundo a vítima, o policial acertou um dos tiros no próprio pé.

Os dois foram hospitalizados no Hospital e Pronto-Socorro Dr. Platão Araújo, situado na Zona Norte da capital. Júlio César e Williams foram atendidos, receberam alta médica e liberados. Por se tratar de um PM, o sargento foi levado ao Batalhão de Guarda da Polícia Militar, onde deve aguardar decisão judicial. O policial deve responder pelo crime de tentativa de homicídio.

Publicidade
Publicidade