Publicidade
Manaus
Manaus

PM investigado por assalto a colombianos se apresenta na delegacia

Um mês após o crime, o policial da Força Tática Machado Neto prestou depoimento acompanhado de três advogados e foi liberado, mas segundo a polícia a prisão preventiva dele já foi pedida  13/01/2014 às 22:16
Show 1
PM Machado Neto é acusado de assaltar casal de colombianos
Jaíze Alencar Manaus (AM)

O policial militar Antonio Alves Machado Neto, 31, se apresentou voluntariamente no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP) acompanhado de três advogados, nesta segunda-feira (13), às 14h, para prestar esclarecimentos sobre o assalto ao casal de colombianos, em que ele é acusado de participar.

Machado Neto como é chamado, chegou à delegacia, prestou depoimento e foi liberado por ter acabado o prazo do flagrante, de acordo com o Delegado Guilherme Antoniazzi, a prisão preventiva do suspeito já foi representada à Justiça no último dia 13 de dezembro.

PM é acusado de ter participado de um assalto a um casal de colombianos, no dia 13 de dezembro, a 00h10, próximo ao Condomínio Eliza Miranda no Distrito Industrial, Zona Sul de Manaus.

Segundo o depoimento dos colombianos, o casal teria sido parado por um PM fardado em suposta blitz e ameaçados de morte com uma pistola calibre.40 que Machado Neto teria colocado na cabeça de Jhon Steban Vasques Valência.

O PM teria ficado com uma quantia de R$ 1.200 que o casal tinha no momento e continuava ameaçando de morte o casal, quando uma das vítimas saiu correndo e pediu socorro.

Assustado o PM fugiu com outro comparsa em um veículo modelo Celta, de cor preta e placas JXY 9390, que foram anotadas pelas vítimas que acionaram uma viatura da polícia.

Ao checarem a placa no sistema encontraram o endereço de Joalisson Costa Santos, 30, que foi reconhecido pelas vítimas, e confessou ter participado do crime e foi preso logo após o crime.

Desde então o PM Machado Neto lotado na Força Tática não teria sido encontrado.


Publicidade
Publicidade