Publicidade
Manaus
tráfico

PM troca tiros com membros de facção e frustra ataque a rivais no Igarapé do 40

Um homem que foi convidado a participar do crime e se negou denunciou o grupo aos policiais 30/01/2019 às 19:09 - Atualizado em 30/01/2019 às 19:10
Show whatsapp image 2019 01 30 at 18.56.32 5191c3d6 3136 46b6 a4b5 ed7864c4c0dd
Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

A Polícia Militar que atua na Zona Sul de Manaus frustrou, na manhã desta quarta-feira (30), um suposto ataque de uma facção criminosa que seria realizado no Igarapé do 40, no bairro Crespo, por homens fortemente armados. Houve perseguição, cinco pessoas foram detidas e dois carros apreendidos. Do total, dois foram indiciados por porte ilegal de munição e liberados em seguida. 

De acordo com a PM, um homem foi convidado para participar do ataque, mas negou e avisou a polícia. O denunciante parou uma viatura na rua e revelou que um grupo armado em dois carros pretendia invadir o Igarapé do 40, área comandada pelo traficante e homicida Kaio Wellington Cardoso dos Santos, o “Mano Kaio”, integrante do Comando Vermelho.

Segundo a polícia, cerca de quatro viaturas foram a um mercado, onde o grupo estava reunido e no local se deparou com dois Voyages brancos. Houve tentativa de abordagem, mas o grupo atirou contra a viatura e deu início a troca de tiros, mas ninguém foi atingido. Segundo o comandante do CPA-Sul, major Leandro Benevides, o grupo iria invadir o local e matar rivais do tráfico.

Após a troca de tiros, o grupo fugiu e ninguém foi preso. Próximo ao local um taxista de 40 anos e quatro passageiros foram detidos em atitude suspeita. No veículo, um Etios, os policiais encontraram duas munições, uma de 38 e outra calibre 20, além de um pino de cocaína. Os cinco foram levados ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas nenhum deles tinha relação com o grupo criminoso, segundo afirmou o delegado Mauro Duarte, plantonista da unidade.

Publicidade
Publicidade