Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Manaus

PM vai intensificar policiamento em paradas de ônibus, shoppings, escolas e universidades

Após o final de semana menos violento em Manaus, Polícia Militar promete aumentar patrulha em áreas de grande fluxo de pessoas



1.gif Cerca de 14 mil pessoas foram abordadas durante a Operação Presença, realizada pela PM
28/07/2015 às 10:17

Mais de 9 mil veículos, entre motos e transporte coletivo,  foram vistoriados em barreiras policiais, durante a 20ª Operação Presença da Polícia Militar, no último final de semana, conforme o balanço final divulgado pelo Comandante–Geral, Gilberto Gouvêa, ontem. Segundo o comandante, as ações foram realizadas em todos os bairros da capital e devem ser intensificadas nos finais de semana.

Além dos veículos, mais de 14 mil pessoas passaram pelas “batidas” policiais. Bares e casas noturnas  das seis zonas também estiveram na mira da polícia, que passou por 112 estabelecimentos, com a apoio de órgãos municipais e interditaram pelo menos três deles. Armas e drogas também foram apreendidas.



Para Gilberto Gouvêa, a operação deflagrada na última sexta-feira à noite com término na madrugada de ontem, contribuiu para a redução de crimes, como roubos, e mortes violentas.  “O policiamento ostensivo é exclusividade e competência da PM e os resultados do final de semana foram excelentes, pois não registramos mortes violentas no trânsito e nem entre pessoas, além de apenas dois crimes de menor potencial ofensivo. Foi o final de semana mais tranquilo do ano, até aqui”, explicou Gouvêa. De acordo com Secretaria de Segurança Pública (SSP), os casos de roubos, tiveram uma redução de pelo menos 6%, na última semana.

Estratégico

O Secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, destacou que durante a semana a prioridade será intensificar o policiamento ostensivo em locais considerados de grande fluxo como paradas de ônibus, escolas, unversidades e shoppings, principalmente nos horários entre 21h e 23h. “É importante que nesses horários as viaturas parem em locais próximos a esses estabelecimentos porque muitas pessoas estão voltando para casa. A nossa meta é aumentar a sensação de segurança o máximo possível”, afirmou Fontes.

Gilberto Gouvêa explicou ainda, que as ações da Polícia Militar contam com dados geoestatísticos, onde é possível identificar as “manchas criminais” em cada ponto da cidade. “Essas são as chamadas zonas vermelhas, ou seja, onde a incidência de crimes é maior. Nós já temos o conhecimento dessas áreas e vamos dar uma atenção maior, para continuar evitando que os crimes aconteçam. A nossa meta é diminuir os índices de criminalidade a cada edição da operação Presença”, ressaltou o Comandante-Geral. Segundo ele, mais de 700 policiais foram empregados em cada turno de serviço.

Interditados

A operação “Presença” contou ainda com a participação de órgãos da prefeitura para fiscalizar bares e casas noturnas em todas as zonas da cidades. Ao todo, 112 estabelecimentos foram vistoriados e dois deles, na Zona Leste e Sul, foram interditados e multados pelo Implurb por não apresentarem o “Habite-se”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.