Domingo, 21 de Julho de 2019
ASSÉDIO SEXUAL

Polícia Civil confirma identidade de suspeitos de agressão e assédio a jovem em bar

Jian Marcos Dalberto e Jander Daniel ainda não foram reconhecidos pela vítima, mas já são considerados suspeitos do crime, segundo delegado



Agress_o.JPG Jian, à esquerda, e Jander, à direita (Foto: Divulgação)
26/09/2017 às 13:29

Um dos dois suspeitos de assediar sexualmente e agredir com socos uma jovem de 24 anos em um bar no último final de semana em Manaus, identificado como Jian Marcos Dalberto, é esperado para comparecer na tarde de hoje (26) no 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Compensa, onde o caso é investigado. Segundo o delegado Demétrius Queiroz, titular do 8º DIP, um inquérito policial já foi aberto para apurar as circunstâncias do fato.

De acordo com o delegado Demétrius, Jian e outro suspeito, identificado como Jander Daniel, ainda não foram reconhecidos oficialmente pela vítima, mas já são investigados como suspeitos. “Eles são suspeitos da autoria do crime. Já rodou no Facebook e isso aí não é segredo para ninguém. É o Jian e o Jander. Mas tudo vai depender da vítima fazer o reconhecimento da fotografia deles”, afirmou Demétrius à reportagem.


Vítima do crime em entrevista à reportagem (Foto: Gilson Mello)

A vítima do crime, uma estudante de 24 anos, não compareceu na manhã de hoje para prestar depoimento ao 8º DIP como estava marcado, mas deve ir à tarde. “Ela não veio hoje como estava marcado, mas entramos em contato e possivelmente ela vai vir ainda hoje, até o final do dia estamos esperando ela para comparecer. Tudo vai depender da oitivia dela de identificar qual deles foi o autor da agressão, se foi um soco ou vários”, reforçou o delegado.

Segundo relatos da jovem de 24 anos à reportagem do Portal A Crítica, ela foi assediada sexualmente e agredida com socos no rosto pelos dois suspeitos. A vítima afirmou que um deles passou a mão nas nádegas dela e, após ela reagir jogando bebida nele, o homem e o colega a agrediram. “Eu tinha ido ao banheiro. Um deles passou a mão na minha bunda e eu reagi jogando bebida nele. Foi quando ele foi para cima de mim, me puxando e me empurrando, me batendo e pegando no meu pescoço”, disse a jovem à reportagem.

A estudante afirmou ainda ter sido jogada contra a parede e agredida com vários socos no rosto. “Eu tentei reagir e um deles foi segurando no meu pescoço e me jogou contra a parede. Foram vários socos, eu não lembro quantos. Até que conseguiram tirar eles de cima de mim”, relatou a vítima. “Meus amigos ainda tentaram ir para cima deles, mas os seguranças do bar seguraram os meus amigos porque parece que eles (suspeitos) são sócios de lá”.


Vítima do crime após a agressão (Foto: Divulgação)

Proprietário do bar

O proprietário do bar onde aconteceu o crime, o Deck Rock Beer, compareceu hoje pela manhã ao 8º DIP espontaneamente para dar esclarecimentos. Segundo o delegado, o comerciante confirmou o caso ocorrido na noite do último sábado (24), porém disse que não viu quem passou a mão nas nádegas da vítima. O dono do bar reconheceu Jian Marcos e Jander Daniel como os dois suspeitos do crime.

O proprietário do bar também foi denunciado pela vítima de ajudar os dois suspeitos a se esconderem e fugirem da polícia após o crime. “Ele (proprietário do estabelecimento) escondeu eles e quando a polícia chegou já tinham fugido. Saíram por outra porta, não sei”, disse a estudante de 24 anos. “É revoltante. Eu fui agredida dentro do bar dele e ele não me deu nenhum amparo. Ele me mandou ir à delegacia, só que não queria polícia ali”.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.