Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
TRÁFICO DE DROGAS

Polícia Civil incinera 2,5 toneladas de droga apreendidas em apenas quatro meses

A apreensão do material, entre cocaína e maconha, foi resultado de ações de combate ao tráfico de entorpecentes no interior e na capital



985158.jpg Em abril deste ano, a Polícia Civil já havia incinerado 3 toneladas de droga (Foto: Arquivo A Crítica)
11/08/2017 às 11:29

A Polícia Civil do Amazonas incinerou na manhã desta sexta-feira (11) em Manaus 2,5 toneladas de entorpecentes, entre cocaína e maconha, que haviam sido apreendidos no período de abril a julho deste ano durante ações de combate ao tráfico de drogas no Estado. A incineração aconteceu por meio da Divisão de Recebimento, Análise e Distribuição de Inquéritos e Termos Circunstanciados de Ocorrência e de Armazenamento de Material Apreendido (Drad).

A incineração aconteceu nas instalações de uma empresa de produtos químicos e reciclagem localizada na segunda etapa do bairro Distrito Industrial, Zona Leste. O procedimento foi acompanhado pelo delegado-geral, Frederico Mendes; pela delegada Leila Silva, diretora da Drad; e pelo delegado Paulo Mavignier, diretor do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc). Irão participar dos trabalhos policiais civis lotados na Drad e Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), a equipe de elite da instituição.



Segundo a diretora da Drad, a delegada Leila Silva, as drogas incineradas representam a somatória de quatro meses de apreensões realizadas na capital e no interior. “No último procedimento, realizado no dia 12 de abril deste ano, incineramos 3 toneladas de drogas. Agora estamos incinerando o acúmulo de quatro meses de apreensões, totalizando 2,5 toneladas, sendo 2,3 toneladas de maconha e 200 quilos de cocaína”, informou ela.


Foto: Divulgação/Polícia Civil

De acordo com o delegado-geral, a incineração só pôde ser feita após determinação judicial. “É um procedimento respaldado pela lei. As apreensões são resultado do trabalho que vem sendo feito de combate ao tráfico de drogas. São ações contínuas, que têm como objetivo a repressão à criminalidade no Estado”, enfatizou.

O delegado Paulo Mavignier destacou que grande parte da droga incinerada é fruto de apreensões do Denarc. “Esse resultado representa a evolução das Forças de Segurança estaduais, mais especificamente o Denarc, que vem realizando contínuos trabalhos de repressão ao narcotráfico no Estado, compreendendo as rotas utilizadas para transportar as drogas, principalmente os rios do Amazonas. Isso realmente é um saldo muito positivo, pois contabilizamos mais de 1,3 tonelada de drogas apreendida somente pelas nossas equipes”, pontuou.


Foto: Divulgação/Polícia Civil

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.