Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia Civil intensifica busca por homem suspeito de estuprar duas garotas em Manaus

De acordo com o delegado Elcy Barroso, titular do 21º DIP, o responsável pelos crimes de estupro buscava vítimas que apresentavam boa aparência 10/09/2014 às 09:36
Show 1
Homem é procurado pela polícia
Manaus Hoje ---

A Polícia Civil está à procura de um homem suspeito de estuprar duas garotas. Os crimes aconteceram nos meses de julho e agosto, na Zona Oeste. Ontem, um porteiro de 34 anos foi detido, na madrugada, em uma praça na avenida Jacira Reis, no bairro São Jorge, Zona Oeste. Uma das vítimas teria o reconhecido, mas depois voltou atrás e o homem foi liberado. O caso é investigado no 21º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

De acordo com o delegado Elcy Barroso, titular do 21º DIP, o responsável pelos crimes de estupro buscava aquelas que tinham boa aparência. “Ele ficava aguardando quando elas passavam e atacava. As levavam para uma área de mata, próximo a um igarapé, e estuprava”, afirmou a autoridade policial. As buscas pelos suspeitos são feitas por policiais militares da 10ª e 21ª Cicom.

Justiça

Uma das vítimas foi uma jovem de 18 anos. O pai da garota, de 43 anos, disse que a filha estava caminhando com amigos quando um homem surgiu, amarrou os rapazes que a acompanhavam e a violentou. “É preciso que a polícia haja realmente para prender o cara que fez isso, porque a vontade que estou, como pai, é de fazer alguma besteira, mas acredito na Justiça e vou aguardar o trabalho investigativo da polícia”, afirmou o pai da vítima.

Após a denúncia dos estupros, as vítimas passaram as características físicas do criminoso e a Polícia Civil montou um retrato falado do estuprador. De acordo com o tenente Diogo Andrade, da 21ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o retrato falado estava na posse dos policiais militares que passaram a buscar por suspeitos do crime. Na avenida Jacira Reis, um pedreiro foi encontrado e, depois de haver perseguição, foi detido. Após a abordagem, uma das vítimas foi levada para reconhecimento.

“Levamos uma das vítimas e ela o reconheceu como autor do estupro. Na reação à prisão, ele se machucou e o levamos ao SPA [Serviço de Pronto Atendimento] São Raimundo e foi enfaixado”, afirmou Andrade. O homem foi encaminhado ao 10º DIP, onde ficou detido. No entanto, ainda na manhã de ontem, a garota que havia reconhecido o suspeito preso descartou a possibilidade de ele ser o estuprador e o preso foi liberado. O homem suspeito de estupro é moreno, tem cabelos e olhos escuros. Ele usava uma blusa preta e branca.

Publicidade
Publicidade