Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020
Manaus

Polícia Civil mantém estratégia da Operação Lei Seca

Para garantir o cumprimento da Lei, a Polícia Civil vai realizar a operação que deve percorrer todas as zonas da cidade com o apoio de cerca de 70 policiais entre Delegados



1.jpg Reunião aconteceu na tarde de hoje
22/10/2012 às 20:47

O segundo turno das eleições se aproxima e a Polícia Civil do Amazonas intensifica as ações de fiscalização para o cumprimento da Lei Seca. Em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, na sede da Delegacia Geral, o Delegado Geral Adjunto Mario Aufiero e todos os delegados das seccionais definiram o roteiro dos bares e restaurantes que serão fiscalizados durante a operação.

Para garantir o cumprimento da Lei, a Polícia Civil vai realizar a operação que deve percorrer todas as zonas da cidade com o apoio de cerca de 70 policiais entre Delegados, Investigadores e Escrivães. A coordenação será feita pelo Delegado Geral Adjunto, Mário Aufiero e pelo Delegado Fábio Martins do Grupo Fera.



O Delegado Marcus Paulo, adjunto da seccional Leste, anunciou que mais de 150 bares localizados na área já foram notificados. A proposta da operação é, além de fiscalizar, orientar os donos dos bares sobre a importância de cumprir a determinação da Justiça Eleitoral que proíbe a venda e consumo de bebidas alcoólicas, a partir das 22h do dia anterior ao pleito, até às 18h do dia da votação.

O Delegado Geral Adjunto, Mário Aufiero, lembra os índices significativos conquistados com a primeira fase da operação Lei Seca. “No primeiro turno a redução dos índices de criminalidade chegou a 54,3%. No segundo turno nos esperamos que a redução seja maior ainda e para isso a Polícia vai atuar de forma intensa”, afirmou. Ele destacou ainda que durante a noite em que a Polícia Civil realizou a operação não houve homicídios.          


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.