Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia Civil transfere 25 detentos de Iranduba para a cadeia pública Vidal Pessoa, em Manaus

Superlotação de presos provisórios na delegacia, 48 no total, trazia riscos para a ocorrência de rebeliões na cidade, conforme a polícia. Menor quantidade de presos dará mais segurança à população e aos presos 13/11/2014 às 14:44
Show 1
Evitar fugas e rebeliões é o objetivo da transferência de presos
ACRITICA.COM ---

Delegacia de Iranduba estava com o excesso de presos provisórios: 48 na carceragem. “Buscamos o Poder Judiciário e o desembargador Flávio Humberto Pascarelli se mostrou sensível a nossa situação, uma vez que cadeia superlotada é um risco iminente de rebeliões. Aí o secretário de Justiça disponibilizou 25 vagas na cadeia”, disse.

Vinte e cinco presos do município de Iranduba, distante 27 km em linha reta da capital, foram transferidos para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus, na manhã desta quinta-feira (13). A transferência foi realizada por policiais da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP).

O transporte dos detentos foi executado por volta das 6h, com apoio de integrantes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (FERA) e de policiais militares lotados no município, sob comando do delegado titular Paulo Mavignier e de delegados plantonistas Jeff MacDonald e Demetrius de Queiroz.

Conforme Mavignier, a delegacia de Iranduba estava com o excesso de presos provisórios: 48 na carceragem. “Buscamos o Poder Judiciário e o desembargador Flávio Humberto Pascarelli se mostrou sensível a nossa situação, uma vez que cadeia superlotada é um risco iminente de rebeliões. Aí o secretário de Justiça disponibilizou 25 vagas na cadeia”, disse.

Mavignier destacou que, com a diminuição da quantidade de detentos, a Polícia Civil poderá dar mais tranquilidade e segurança para a população, para os próprios presos e, principalmente, para os policiais que trabalham na delegacia, garantindo integridade física deles. A delegacia está situada na área urbana do município.

“A superlotação da cadeia acaba interferindo de certa forma no desempenho das investigações. Essa medida veio para beneficiar nossos trabalhos, é uma parceria positiva entre o Poder Judiciário, Polícia Civil e Secretaria de Justiça”, frisou o Mavignier.

Os 25 detentos foram conduzidos ao Instituto Médico Legal (IML) para os procedimentos legais cabíveis e, em seguida, todos foram encaminhados à cadeia, localizada na avenida Sete de Setembro, bairro Centro, na Zona Sul da cidade. Lá eles ficarão à disposição da Justiça. Confira abaixo o nome dos presos transferidos.

Adriano Mendonça Torres

Bruno Lima Sobreira

Claudio Oliveira Carvalho

Cristiano Oliveira da Silva

David Moraes Soares

Darlan Costa Cordeiro

Douglas Onofre de Souza

Eliseu Barroso Mendes

Francisco de Assis Oliveira Ferreira

Francisco Faustino da Silva

Francisco de Souza Pena

Giliarde Marinho Menezes

Joel Ferreira dos Santos Veiga

Jorge Luiz Barros da Silva

Jorge Cavalcante Ferreira

José Elias Belmiro de Oliveira

José Inácio Santos Monteiro

Josias Pereira da Silva

Josinaldo Silva de Souza

Júlio César Viana Araújo

Junior Santos Monteiro

Renato Luiz Nascimento Pereira

Tiago Andrade da Costa

Tonyelson Souza

Wallace de Souza Brito

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade