Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Manaus

Polícia encontra corpo sem cabeça em matagal na zona sul de Manaus

De acordo com a polícia militar, o corpo foi jogado no local e está sem a cabeça 



1.jpg De acordo com a polícia militar, o corpo foi jogado no local e está sem a cabeça
22/09/2013 às 10:14

Um cadáver sem a cabeça foi encontrado na manhã deste sábado (8) em um matagal dentro do Conjunto Atílio Andreazza, Japiim, Zona Sul de Manaus. De acordo com um tenente da Polícia Militar, o crime tem características de execução e o crime não aconteceu no local.

“Encontramos o corpo sem a cabeça e a cabeça sem os olhos. O cadáver tem uma tatuagem no peito direito e esse crime tem características de execução”, ressaltou o tenente Reinaldo Sátiro.

Uma carteira de habilitação com o nome de Mauro Roberto Teles de Menezes, 28, além de um aparelho celular, anel, cordão e um relógio foram encontrados junto ao cadáver.

Ainda segundo o tenente, no local foi possível verificar marcas de pneu no chão, o que indica que o corpo foi apenas jogado no mato.

“Como aqui é um local fechado, escuro e de pouco movimento a pessoa aproveitou para jogar esse corpo aqui. O crime pode ter acontecido ainda esta noite já que o corpo ainda não se encontra em estado de decomposição.”

A área foi isolada pelos policiais da 3º Cicom, que aguardavam peritos da Polícia Civil e o Instituto Médico Legal (IML).

Outros casos

Na noite desta sexta (7) um corpo esquartejado foi encontrado em Iranduba, na estrada Manoel Urbano (AM-070) que liga Manaus ao município de Manacapuru.

Em maio duas malas foram encontradas com corpos esquartejados. Uma no dia 27, flutuando no rio Negro com partes de corpos e uma cabeça. No dia seguinte (28), outra mala foi achada por uma criança nas proximidades da Marina do Davi, com partes que faltavam de um corpo.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.