Publicidade
Manaus
PROCURA-SE

Polícia está à procura de homem que tirou foto com fuzil e trocou tiros com a PM

Durante troca de tiros no último dia 8, no Beco da Bomba, bairro Educandos, policiais viram um homem identificado como Marcos Júnior com o mesmo fuzil que ele aparece segurando nas fotos 20/01/2018 às 12:25
Show zmh0320 201 p02
Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

A polícia de Manaus procura o homem que está na foto acima portando um fuzil e uma pistola. Ele é suspeito de ser um dos quatro homens que trocaram tiros com policiais militares da Força Tática no Beco da Bomba, no bairro Educandos, Zona Sul da capital, no último dia 8.

A informação foi confirmada na sexta-feira (19) pelo delegado titular da unidade policial, Aldeney Goes. O delegado informou que está investigando a identidade do homem, que aparece com as armas de uso exclusivo das forças de segurança. Mas um investigador do 2º DIP revelou que o homem se chama Marcos Junior, um criminoso do Educandos envolvido com o tráfico e conhecido da polícia.

Segundo o delegado Aldeney Goes, a fotografia começou a circular dias antes do episódio em que policiais militares da Força Tática trocaram tiros com quatro homens no Beco da Bomba, no bairro Educandos. Na ocasião, Rodrigo Sales da Silva, 20, e Shayde Dutra da Paz, 18, foram presos em flagrante, além de um comparsa, Victor Hugo Ferreira Lessa, que foi baleado e ainda segue hospitalizado no HPS 28 de Agosto.

O delegado informou que é possível que o quarto suspeito seja o homem da foto, mas preferiu não dar detalhes para não atrapalhar as investigações. “Na troca de tiros naquele dia, os policiais, pela experiência, visualizaram a arma longa como sendo o fuzil e realmente eles afirmam que tinham quatro homens, mas um deles teria caído na água junto com o armamento e sumido. Até o momento ele ainda não foi encontrado”, contou.

Segundo Goes, é possível que o suspeito tenha conseguido fugir, uma vez que militares do Corpo de Bombeiros não localizaram o corpo no rio. “Acho que ele fugiu porque não foi encontrado o corpo, mas precisamos prender esse homem e apreender a arma para que ele possa prestar esclarecimentos sobre essa foto porque para o Ministério Público não adianta eu prendê-lo sem a arma. Não adianta”, esclareceu.

Policiais do 2º Distrito Integrado de Polícia (DIP) estão na caça de Marcos Junior e quem tiver informações deve entrar em contato pelo número 181, da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). A identidade será mantida em sigilo.

Soltos

Rodrigo e Shayde foram soltos no dia 9 de janeiro – um dia depois do fato – durante Audiência de Custódia, no Fórum Henock Reis, no São Francisco.

“Eles estavam no direito de permanecer em silêncio até porque estavam com advogados, mas falaram outras coisas, disseram que estavam no local jogando bola”, revelou. Goes solicitou até uma perícia no local da troca de tiros com objetivo de encontrar vestígios de projéteis do fuzil. “É uma área muito grande, mas solicitei perícia para verificar uma parte do local e ainda estamos investigando”, confirmou ele.

Bandido quase morre

O terceiro preso e que foi baleado no dia do fato, Victor Hugo Ferreira Lessa, permanece internado e quase morreu durante uma cirurgia na última quarta-feira (17), segundo informou o tenente Marivaldo Costa, da Força Tática. “Ele está com infecção e quase morreu na sala de cirurgia”, afirmou o PM.

Publicidade
Publicidade