Sábado, 24 de Agosto de 2019
Tráfico de drogas

Polícia Federal já apreendeu mais de sete toneladas droga este ano no Amazonas

A quantidade é o somatório de drogas apreendidas ao longo deste ano durante as ações da Polícia Federal



drogas.jpg A droga apreendida nesta semana foi avaliada em aproximadamente R$ 14 milhões
02/12/2016 às 13:05

A Polícia Federal do Amazonas apreendeu neste ano, aproximadamente 7 toneladas de droga que entraram no Brasil pela fronteira com a Colômbia e o Peru, com destino a capital Manaus. De acordo com o titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da PF, Caio Avanço, é uma apreensão anual recorde, assim como a remessa de aproximadamente 2 toneladas maconha do tipo skank, cloridrato de cocaína e pasta base que pesaram 1.913 quilos apreendidos na madrugada de quarta-feira (1º).

A droga foi avaliada em aproximadamente R$ 14 milhões. Porém o que tem chamado a atenção da polícia é a logística que os narcotraficantes estão utilizando para fazer a segurança da carga criminosa. Avanço destacou que nessa última apreensão eles mandaram preparar uma lancha de alumínio medindo aproximadamente oito metros de cumprimento, com um olto e um motor potente de 300 HP avaliado em mais de R$ 100 mil.

A mesma estava equipada com instrumentos que facilitam a navegação e garante a segurança dos tripulantes Igson Santos da Silva, Randson Caldas, Rogério Belém Sá e Audiney Souza da Rocha. Com eles foram apreendidos um fuzil AR-15 de fabricação americana, calibre 556, 400 munições do mesmo calibre, cartuchos calibre 12, e granadas explosivas de mão. Existe, inclusive, uma espécie de empresários do tráfico que fazem o transporte da droga. Eles cobram R$ 1 mil por cada quilo de droga transportada.

De acordo com o delegado, a apreensão ocorreu durante fiscalização de abordagem de rotina realizada nos rios. “Nós últimos meses temos recebido denúncias de que embarcações suspeitas estão vindo pelos rios em direção a Manaus e decidimos verificar isso e acabamos encontrando uma essa grande quantidade de droga”, disse o delegado. A polícia suspeita que a droga seria comercializada durante as festas de final de ano.

Uma parte dela ficaria em Manaus para abastecer as bocas de fumo local e a outra deveria seguir para outros estados. Até ontem, a Polícia Federal ainda não tinha a informação quem era o dono da droga. Depois da operação La Muralla, há um ano, quando a liderança da facção criminosa Família do Norte (FDN) que monopolizava o tráfico em Manaus, foi presa outros traficantes surgiram.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.