Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia Federal queima mais de 4 toneladas de drogas, avaliadas em meio bilhão, em Manaus

A incineração do montante de droga aconteceu durante todo sábado (7), após apreensão em embarcações e no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes 07/03/2015 às 16:08
Show 1
A maior parte da droga foi apreendida em embarcações nos rios e outra no aeroporto internacional de Manaus Eduardo Gomes
Joana Queiroz Manaus (AM)

A Polícia Federal incinerou na manhã desta sexta-feira (6), mais de 4 toneladas de droga  avaliada em aproximadamente meio bilhão de reais.  Entre o material que foi queimado a maior parte era de cocaína e seus derivados, maconha grande parte da modalidade Skank e ainda havia uma pequena porção de heroína. De acordo como delegado da Delegacia de Repressão a Entorpecente (DRE) Caio Avanço, foi a maior quantidade de droga incinerada pela Polícia Federal no Estado.

A incineração aconteceu durante o dia todo e foi realizada no formo ecológico da empresa Amazon Clean, localizada na rua Ibiso, Distrito Industrial II, Zona Leste, com a presença do delegado Avanço e da procuradora da Justiça Federal Brena Menezes, sob forte esquema de segurança. Antes da droga ser colocada no forno o delegado realizou o exame narcoteste em amostras da droga.

O delegado disse que o montante de droga é resultado das apreensões que foram feitas no período no ano passado e também neste ano, muitas remessas foram queima das antes mesmo do processo transitado e julgado. “ Nós conseguimos autorização da Justiça para  realizar a queima  de lotes apreendidos recentemente  e assim nos desfazer do estoque que estava armazenado na superintendência”, disse Avanço.

O delegado ressaltou que toda a droga incinerada foi resultado do trabalho de repressão ao tráfico que a polícia vem realizando nos últimos anos. Segundo ele, nos primeiros meses deste ano a Polícia Federal já apreendeu mais de 1,5 toneladas de droga. “As apreensões são resultados de trabalho de investigação com uso da inteligência que acaba em operações  bem sucedidas”, enfatizou o delegado.

A maior parte da droga foi apreendida em embarcações nos rios que segundo o delegado, são considerados como corredores do tráfico, outra parte foi apreendida no aeroporto internacional de Manaus Eduardo Gomes. De acordo com Avanço, a Polícia Federal também recebe informações da população que são checadas e na maioria das vezes resulta em apreensão e prisão de traficantes.

Publicidade
Publicidade