Domingo, 21 de Julho de 2019
POLÍCIA

Polícia Militar prende suspeito de participar de tiroteio entre facções no Mauazinho

Um dos três homens que morreram após o incidente na noite dessa quarta-feira (10) foi baleado em troca de tiros com a polícia, depois do confronto entre rivais



WhatsApp_Image_2019-07-11_at_10.49.47_BCA2E442-014A-42CD-97C9-47D5DC4E36A6.jpeg Foto: Winnetou Almeida
11/07/2019 às 16:13

Durante o tiroteio entre facções rivais ocorrido na noite dessa quarta-feira (10) na comunidade Parque Mauá, bairro Mauazinho, na Zona Leste de Manaus, que resultou na morte de três pessoas e deixou quatro feridos, um suspeito foi preso pela Força Tática da Polícia Militar do Amazonas.

Em coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (11), o comandante da Força Tática, major Igor Reis, afirmou que após chegarem ao local, os policiais militares foram recebidos a balas. Um suspeito foi morto nessa troca de tiros e Hugo Wallace Gomes Cordeiro, 23, foi preso durante a ação policial.

“Ao chegar no local, foi constatado que tinha um veículo modelo Punto utilizado como barricada para dificultar o acesso da polícia no local específico. Logo foi feita incursão pelos policiais a pé, que foram recebidos a tiros e para repelir a injusta agressão revidaram sendo alvejado o infrator Pablo Ferreira dos Santos que estava em posse de um revolve calibre 38”, afirmou o major.

Pablo chegou a ser socorrido no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na Zona Leste, mas veio a óbito.

Sobre a participação de Hugo Wallace, o major afirma que o homem disse ter conduzido os infratores até o local do tiroteio. “O Hugo informou que ele foi utilizado para dirigir um veículo ‘Van’ para transportar a maior parte dos criminosos que atuaram no Mauazinho. Em posse dele, foi encontrado um colete balístico e uma balaclava”.

Segundo o major, não se sabe se as quatro pessoas alvejadas fazem parte das facções. O caso será investigado pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM). “A PC vai iniciar as investigações através do preso, o Hugo e será feito diligências complementares para entender sob qual aspecto foi cometido esse ataque, se houve algum mandante, quem seria, qual grupo criminoso pertence e qual era a real intenção”, ressaltou.

“O que a gente sabe é que houve esse ataque criminoso, algumas pessoas foram alvejadas e que a Polícia Militar se fez presente. Se a gente não chegasse com tanta brevidade talvez o número de pessoas mortas e feridas tivesse sido maior”, finalizou.

Atualização

Na troca de tiros entre as facções, Erik Rabelo Fróis, 22, morreu na hora; Vitor Moreira dos Anjos, 18, e Pablo Ferreira dos Santos foram levados ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste, mas vieram a óbito. Outros quatro feridos permanecem no hospital público e até o momento não se sabe o estado de saúde deles.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News karol 5249a044 89f6 4d99 98db 77f68d4ef8e4
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.