Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia prende dupla suspeita de roubar R$ 250 mil de empresários

Eles agiam preferencialmente de madrugada, quando abordavam vítimas e cometiam roubos. Pelo menos quatro crimes foram registrados contra eles 26/08/2015 às 15:02
Show 1
O feirante Davi de Souza da Silva, 35, e o desempregado João Pedro da Rocha Alves, 21, foram presos na Zona Sul de Manaus
Acritica.com Manaus (AM)

O feirante Davi de Souza da Silva, 35, e o desempregado João Pedro da Rocha Alves, 21, foram apresentados na manhã desta quarta-feira (26) na sede da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), por serem apontados como integrantes de uma quadrilha especializada em roubar empresários da capital.

De acordo com o delegado titular da Derfd, Adriano Felix, João foi preso por policiais militares às 17h do dia 22 deste mês, no momento em que caminhava pela rua Dez de Julho, Centro, Zona Sul. A prisão de Davi foi realizada por investigadores da especializada na tarde da última terça-feira (25), por volta das 15h, na casa onde ele morava, na rua Lagoa, bairro Educandos, Zona Sul.

Conforme o delegado, a dupla estava sendo investigada desde o dia 27 de julho deste ano, quando o industriário Thiago Castro da Gama, 25, conhecido como “Jacaré”, foi preso por roubo na rua José Paranaguá, Centro. O infrator, apontado como líder do bando, revelou que não agia sozinho. Na delegacia, testemunhas e vítimas fizeram o reconhecimento de Davi e João por meio de fotografias armazenadas no banco de dados da Polícia Civil.  

“Davi trabalhava com o pai dele na Feira da Banana e passava informações para João e Thiago sobre os pagamentos que empresários recebiam pela venda das mercadorias. Eles agiam, preferencialmente, de madrugada, quando abordavam as vítimas e cometiam os roubos”, explicou Adriano Felix.

Ainda de acordo com Félix, atualmente existem quatro procedimentos de roubo instaurados em nome dos infratores. Todos ocorridos neste ano. “O primeiro foi no bairro Coroado 2, de onde levaram R$ 110 mil, no dia 14 de abril. O segundo aconteceu no bairro São José, em 22 de maio, de onde levaram R$ 4,5 mil. A terceira situação ocorreu no bairro Coroado 2, no dia 13 julho, de onde eles levaram R$ 55 mil. O último caso registrado foi cometido no dia 15 deste mês, no bairro São Lázaro, quando foi roubado R$ 72 mil em espécie e R$ 10 mil em joias”, disse.

Davi e João foram presos em cumprimento a mandados de prisão, expedidos no dia 20 de agosto deste ano, pela 2ª Vara Criminal. Eles foram indiciados por roubo majorado e, ao término dos procedimentos cartorários, serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde permanecerão à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade