Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia procura por mais três homens suspeitos de participação em assassinato de família

Quatro pessoas de uma mesma família foram assassinadas a tiros no último sábado (19), em Manaus. Dois suspeitos foram presos e mais três são procurados 21/09/2015 às 17:29
Show 1
Os três procurados pela polícia - foto alterada a pedido da PC
Joana Queiroz Manaus

A Polícia Civil do Amazonas já prendeu dois suspeitos de envolvimento no quádruplo homicídio ocorrido no último sábado (19), em Manaus, e agora procura por mais três homens também apontados como participantes dos assassinatos. No crime, quatro pessoas de uma mesma família foram mortas a tiros.

Os procurados são Leandro dos Santos Machado, o “Peixinho”, Frank Wilton Pereira da Silva, e Hugo Leonardo dos Santos. As fotos deles foram divulgadas pelo delegado Ivo Martins, da Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS), durante coletiva de imprensa para apresentar os dois homens presos.

Os suspeitos presos são Jairo Costa Marinho, 31, pintor de veículos, e Andrews Moreira Vidinha, o “Careca”. Eles dois foram presos cerca de cinco horas depois do crime, após uma adolescente de 17 anos, que é companheira de Vinícius, ter denunciado-os à polícia. A adolescente estava com os assassinos e foi apreendida pela polícia. Ela tinha conseguido fugir levando o filho, um bebê de idade não revelada.

As quatro mortes ocorreram às 6h de sábado na rua 7 do bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da cidade. Os assassinos invadiram duas casas onde as vítimas estavam e já foram atirando. As vítimas são Francisco Marques dos Santos, 60, Vinicius Marques dos Santos, 15, Luiz Carlos dos Santos Bueno, 25, e Pedro Cassiano dos Santos Bueno, 21.


Andrews Moreira Vidinha, o “Careca”, e Jairo Costa Marinho

Segundo o delegado Ivo Martins, os dois homens já presos – Jairo e “Careca” – foram os fornecedores das armas usadas para executar as vítimas: dois revólveres e uma escopeta calibre 12. Eles negam o envolvimento nas mortes, mas a polícia não tem dúvidas do envolvimento deles.

Jairo e “Careca” foram indiciados em flagrante por homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo, e os outros três suspeitos procurados estão com mandados de prisão preventiva decretados.

Segundo a polícia, os quatro assassinatos teriam sido motivados por vingança em uma disputa por território de venda de drogas, conforme a polícia. No início da semana, o adolescente de 15 anos, Vinicius Marques dos Santos, teria assassinado o soldado de um dos traficantes da área do Jorge Teixeira, identificado como “Lion”. Este crime teve a participação dos primos de Vinícius e isso teria determinado as execuções dos familiares.

Publicidade
Publicidade