Publicidade
Manaus
Manaus

Policiais militares da 10º Cicom são apontados como responsáveis pela 'carona' em viatura

A fotografia foi registrada na última quinta-feira (15), entre 21h30 e 22h, durante uma festa de aniversário do soldado Félix Saraiva no bairro Alvorada, Zona Oeste de Manaus 22/08/2013 às 14:15
Show 1
Foto de suposta carona em viatura da polícia do AM vai parar no Facebook
Bruna Souza Manaus, AM

Três soldados da última turma formada pela Polícia Militar do Amazonas (PM), que prestam serviço na 10º Companhia Interativa Comunitária (Cicom), são apontados como os responsáveis pela viatura, modelo Pajero Dacar, de placa OAI-4187 e número de ordem 5003, onde aparecem quatro mulheres fazendo poses em uma fotografia. A imagem com a ‘carona’ rodou as redes sociais e foi criticada pela população.

O resultado da investigação da polícia e da Secretária Executiva de Inteligência (Seai) foi divulgado no fim da manhã desta quinta-feira (22), em uma coletiva de imprensa no auditório da Secretaria de Segurança Pública (SSP), que contou com a presença do secretário executivo do programa de segurança pública Ronda no Bairro, coronel Amadeu Soares e o coronel PM Moisés Cardoso.

Segundo a polícia, três meios foram utilizados para identificação dos militares responsáveis pela viatura, a primeira linha foi de verificar perfis de usuários nas redes sociais, depois a rotina de trabalho dos militares e por último foi o GPS do veículo.

Três policiais militares foram identificados, os soldados Ivan Coutinho Vieira, Eliezer Braga Coelho e Fagner Félix Saraiva, todos da 10ª Cicom. Segundo a polícia, o trio tinha menos de dois anos na corporação e todos confessaram que deixaram as mulheres entrarem no veículo e fazerem fotos.

A fotografia foi registrada na última quinta-feira (15), entre 21h30 e 22h, durante uma festa de aniversário do soldado Félix Saraiva no bairro Alvorada, Zona Oeste de Manaus. Os outros dois militares foram convidados pelo colega de trabalho e no local, as mulheres pediram para entrarem na viatura. O pedido foi aceito pelos militares e posteriormente um amigo das garotas tirou a foto. Ainda segundo os PM's, eles pediram para que o rapaz deletasse a fotografia, porém o mesmo não atendeu a solicitação e aproveitou para publicar em uma rede social. A polícia vai investigar se as mulheres são menores de idade.

O lacre do equipamento que faz imagens da viatura policial foi rompido, impossibilitando o registro do que aconteceu no dia em que a fotografia foi registrada. A polícia vai investigar se o rompimento foi feito pelos militares ou anteriormente ao fato. A Polícia Militar considerou a atitude como falta grave e uma sindicância foi aberta para apurar a situação e definir o destino dos policiais.

#Colaborou a repórter Joana Queiroz do jornal A Crítica

Publicidade
Publicidade