Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
Manaus

Policiais militares e delegado são presos na operação 'Tribunal de Rua' nesta quarta (9)

O grupo foi descoberto após ter sequestrado e ameaçado um traficante e sua mulher. Na ocasião, os policiais exigiram o pagamento de R$ 55 mil para que eles fossem liberados



1.jpg Com o delegado e os policiais foram apreendidos armas, coletes balísticos, munições, veículos e uma pequena quantidade de drogas
09/10/2013 às 16:24

A Secretaria Executiva de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública (SSP) prendeu seis policiais militares, o delegado da Polícia Civil e titular da Força Tarefa, Oscar Cardoso e um ex-PM na operação "Tribunal de Rua", realizada desde 6h desta quarta-feira (9). A ação teve como objetivo cumprir oito mandados de prisão após denúncias da população que informaram sobre a atuação do grupo em crimes de extorsão, sequestro, tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção ativa praticados em Manaus.

De acordo com o secretário de segurança, Paulo Roberto Vital, a polícia recebeu informações sobre a atuação de um grupo de policiais envolvidos em crimes na cidade e após cinco meses de investigação, a Secretaria de inteligência conseguiu identificar os componentes do grupo.



Além do delegado Oscar Cardoso, que trabalhava com uma equipe montada pela SSP e a disposição do secretário, o sargento da Polícia Militar Einar Magalhães Ribeiro, o cabo da PM José Samuel Spner, os soldados Ronaldo Bacuri Machado, Nadison de Souza Miranda, Donato Paz da Silva, Williames de Souza Castro e o ex-PM Wanderlan Fernandes De Oliveir foram presos durante a operação.

Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pelo juiz da 2ª Vara Especializada nos Crimes de Uso eTrafico de Entorpecentes (Vecute), Francisco Pessoa Almada. De acordo com a polícia, os policiais prendiam traficantes de várias áreas da cidade e cobravam dinheiro para soltar os suspeitos, além de tomarem drogas, armas e outros objetos.

Ainda de acordo com a polícia, o grupo foi descoberto após ter sequestrado e ameaçado um traficante e foragido da justiça e sua mulher. Na ocasião, os policiais exigiram o pagamento da quantia de R$ 55 mil para que eles fossem liberados.

Com o delegado e os policiais foram apreendidos armas, coletes balísticos, munições, veículos e uma pequena quantidade de drogas. Os suspeitos foram ouvidos na SSP e após os procedimentos, o delegado foi levado para a sede da Delegacia Geral de Polícia Civil, onde ficará preso, e os demais para o Batalhão de Guarda da Polícia Militar (PM).

*Com informaçõe da repórter Joana Queiroz do Jornal A Crítica


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.