Publicidade
Manaus
Manaus

Policial Militar se entrega e assume assassinato em Manaus

Antônio Augusto da Silva Serrão Júnior, matou, Fábio de Souza Ferreira, 26, que teria tentado impedir o policial de agredir sua esposa durante uma festa de aniversário na madrugada de sexta-feira (9) 13/08/2013 às 19:58
Show 1
Júnior se apresentou no 3º Distrito Integrado de Polícia (Dip), no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus
Joelma Muniz* Manaus

O soldado da Polícia Militar Antônio Augusto da Silva Serrão Júnior, conhecido como Júnior, assumiu na tarde desta terça-feira (13) ser o autor dos dois disparos que vitimou Fábio de Souza Ferreira, 26, que teria tentado impedir o policial de agredir sua esposa durante uma festa de aniversário na madrugada de sexta-feira (9).

Júnior se apresentou no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus e permanecerá detido no Batalhão da PM, localizado no bairro Praça 14, o mesmo onde ele trabalha desde o ano de 2008, quando iniciou carreia militar. Lá, prestará esclarecimentos ao Coronel Gouveia.

Em depoimento dado ao delegado da Polícia Civil Abrahão C. Cunha, o policial afirmou ter disparado em legitima defesa. Ele afirma que foi atingido por pedradas lançadas pela vítima. Os familiares de Fábio contestam essa versão e pedem justiça ao caso.


De acordo com o tenente da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Reinaldo Sátiro, o PM responderá também a procedimento administrativo, já que desde o dia do crime não compareceu ao serviço.

Em pesquisa ao site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), é possível verificar que o policial militar já responde por crime militar. Segundo dados do TJAM, ele e outro PM, extorquíram uma mulher no município de Parintins, no dia 26 de junho do ano passado.

Conforme os autos do processo nº. 0209921-57.2013.8.04.0001, Antônio Augusto e seu parceiro pediram R$ 200 reais, para liberar a mulher que dirigia uma motocicleta e não possuía o documento original da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).


Relembre o caso

O crime aconteceu na madrugada de sexta-feira (9), após a comemoração de um aniversário na rua Aires de Almeida, bairro da Raiz, Zona Sul de Manaus. Antônio Augusto da Silva Serrão Júnior, que estava acompanhado da esposa, teria tentado agredi-la, quando foi impedido por Fábio de Souza Ferreira, 26, que estava na companhia do primo, identificado como Mauro Ferreira, 32.

Segundo Mauro, após saírem da festa, nas proximidades da empresa Amazon Aço (avenida Silves), ocupantes de dois veículos, um Kadett e um Honda Civic, ambos de cor preta e placas não identificadas, pararam os carros e atiraram contra Fábio. Ele foi atingido no rosto por dois tiros de uma pistola PT-40, de uso exclusivo da polícia. A vítima chegou a ser socorrida  pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu ao dar entrada no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Zona Sul.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e o caso foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que  investiga o caso.

*Colaborou a repórter Jaize Alencar



Publicidade
Publicidade