Domingo, 19 de Maio de 2019
Manaus

'Policiamento será reforçado para resguardar moradores do São José', afirma comandante do CPE

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, a Polícia Civil também está atuando nas investigações, ouvindo moradores do local



1.gif
Policiais da Rocam e investigadores da DEHS foram ao local logo após o tiroteio (foto acima) e constataram clima de apreensão
06/07/2015 às 20:36

"O policiamento será reforçado para resguardar os moradores de beco no bairro São José", afirmou o chefe do Comando de Policiamento da Especializado (CPE), coronel Cleitiman, ao confirmar a presença constante de três viaturas da Polícia Militar no local. Na noite do último domingo (5), o beco Boa Sorte, na Zona Leste de Manaus, foi palco de um tiroteio onde uma pessoa morreu e oito ficaram feridas, entre elas uma criança.

"A operação está sendo coordenada pelo tenente Lasmar da Rocam (Rondas Ostensivas Cândido Mariano) e resguardamos o local para evitar outro confronto, estamos em atenção quanto a isso. Desde ontem estamos reforçando (o policiamento) principalmente após sabermos, segundo informações, que nesse horário haveria uma vingança em decorrência do fato de ontem", destacou o coronel.

A ação ostensiva contou com o apoio de três viaturas da Polícia Militar do Amazonas, sendo um da Rocam e os outros da Força Tática e Ronda no Bairro - que estiveram no local pela manhã, retornaram às 17h e ficaram até às 19h, se tudo estiver dentro da normalidade, segundo explicou o comandante.

Ainda conforme Cleitiman, pela manhã o clima foi tranquilo no local e os policiais estão levantando todas as informações possíveis para localizar os outros envolvidos no tiroteio.

"Ficaremos dando apoio a todos e, caso não houver mais nenhum risco, o policiamento voltará ao normal, como de rotina. Ontem a Rocam prendeu dois envolvidos e conseguiu recuperar um veículo utilizado pelos suspeitos. Objetivo é identificar e prender todos", finalizou.

PC também nas investigações

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, a Polícia Civil do Amazonas também está atuando nas investigações, ouvindo moradores do local.

"Estamos fazendo o levantamento de imagens de câmeras que têm no beco e ouvindo os moradores que tem ajudado bastante nas informações, não restringindo em passar nada e nem esconder. O tempo que for necessário estaremos no local. Tudo está sob investigação", concluiu.

Entenda o caso

Segundo informações do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), os atiradores chegaram ao local por volta de 18h45 em motocicletas e também em três carros diferentes – um modelo Voyage e dois modelos Gol, um preto e outro vermelho. Eles estavam encapuzados e armados com metralhadores e pistolas calibre 12.

Os atiradores fazem parte de um grupo criminoso coordenado pelo traficante “Passarinho”, da região do bairro Novo Aleixo. Esses atiradores foram ao beco Boa Sorte vingar a morte de colegas.

Segundo a polícia, os traficantes do beco Boa Sorte mataram “soldados” do “Passarinho” na sexta e no sábado, no Novo Aleixo e no São José 1, e hoje os rivais foram “acertar as contas” com eles.

Os feridos são: Maria de Fátima Socorro Carvalho, 50, Carlos Ivan dos Santos Maciel, 21, Daniel Junior Menezes, 19, Davi Correia Veloso, Douglas Carvalho Costa, 18, Rosa Sebastiana Rodrigues de Araújo, 33, Ronnie Novo de Menezes, 23, e a criança é Ruan Novo Cordeiro, de 2 anos, que levou um tiro de raspão. Ruan é filho de Ronnie.

A única pessoa que morreu foi o adolescente Denilson da Silva Carvalho, supostamente identificado como “Chininha”, conforme o cabo PM James, da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.