Publicidade
Manaus
Manaus

Polícias Civis de AM e RO desarticulam quadrilha que planejava matar delegado

A operação, que cumpriu 22 mandados de de prisões e 22 mandados de busca e apreensão, aprendeu vários carros e drogas e descobriu os planos de traficantes de assassinar o delegado de Humaitá, bem como outras autoridades 28/11/2014 às 17:08
Show 1
22 mandados de prisão foram cumpridos
ACRITICA.COM Manaus (AM)

A Polícia Civil do Amazonas deflagrou na manhã dessa sexta-feira (28), em parceira com a Polícia Civil de Rondônia, a maior operação contra o tráfico de drogas interestaduais na Amazônia, chamada Operação Rio Madeira.

A operação, que cumpriu 22 mandados de de prisões e 22 mandados de busca e apreensão, aprendeu vários carros e drogas e descobriu os planos de traficantes de assassinar o delegado de Humaitá, bem como outras autoridades.

A "Rio Madeira" contou com a presença de mais de 100 policiais civis do Amazonas e Rondônia, três aeronaves e um helicóptero da Polícia Civil do Amazonas, e desarticulou a maior quadrilha de traficantes dos dois Estados.

Segundo a polícia, a droga traficada saía de Porto Velho, ia até Humaitá, e de lá era distribuída até Manaus e adjacências. Foram mais de 6 meses de investigações com o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) da Polícia Civil do Estado do Amazonas em conjunto com a Secretaria de Segurança de Rondônia (SSP/RO).

Publicidade
Publicidade