Sábado, 14 de Dezembro de 2019
CRESCIMENTO

Polo de duas rodas 'aquece motores' da indústria com alta de 6,6% em 2019

Mercado deve fechar 2019 com um total de 1,1 milhão de unidades produzidas na Zona Franca de Manaus, de acordo com expectativa da Abraciclo. Número é 6,6% maior em relação ao ano passado



WhatsApp_Image_2019-11-18_at_16.19.31_B6FA9E6F-EC35-4463-86D6-0606CFA5BF5E.jpeg Foto: Rebeca Beatriz/A Crítica
18/11/2019 às 17:28

O mercado de duas rodas ligou o acelerador e deve fechar 2019 com um total de 1,1 milhão de unidades produzidas na Zona Franca de Manaus (ZFM), de acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). O número é 6,6% maior em relação ao mesmo período do ano passado, quando o volume produzido foi pouco mais de 1 milhão de unidades. Os dados foram apresentados durante a abertura do Salão Duas Rodas, maior evento de motocicletas da América Latina, que ocorre no São Paulo Expo, em São Paulo, entre os dias 19 e 23 de novembro.

Segundo o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, a retomada é resultado da flexibilidade nas formas de pagamento, além do aumento da procura dos consumidores por alternativas na mobilidade urbana e, ainda, das inovações tecnológicas do setor.



“A maior oferta de crédito, com taxas de juros mais atrativas e novos players, como os bancos digitais, aumentou o interesse do consumidor pela aquisição um modelo 0 km. Esse quadro também foi estimulado pela apresentação de novos modelos no mercado, mais modernos, com novos recursos tecnológicos e design renovado (...) ainda contribuiu para esta alta a procura pelos consumidores por alternativas para a mobilidade urbana, com preferência por modos de locomoção de maior rapidez nas grandes cidades. A motocicleta traz grandes vantagens neste quesito, além de menores custos com combustível e manutenção”, destacou.

Vendas em alta

Com relação às vendas, a expectativa é que haja um crescimento de 11,8 % no varejo, saltando das 957,7 mil motocicletas que saíram das fábricas para as concessionárias em 2018 a 1,1 milhão de unidades até o fim deste ano.

Enquanto isso, no varejo, a projeção é de 1,07 milhão de motocicletas emplacadas neste ano, e o aumento é de 13,8% frente às 940,1 mil unidades licenciadas no ano anterior.

Exportações caem

Quanto às exportações, a estimativa é que 34 mil motocicletas saiam do País, o que representa um recuo de 40,5% em comparação com as 57,1 mil unidades exportadas em 2018.

Projeções 2020

Ainda de acordo com a Abraciclo, o desempenho de 2019 tende a se repetir no próximo ano. As projeções da associação para 2020 devem alcançar 1.175.000 motocicletas, correspondendo a uma alta de 6,3% ante as 1.105.000 unidades projetadas para este ano.

Novidades

A Yamaha trará no ano que vem uma linha dedicada ao público geek, em parceria com a Marvel, com modelos inspirados nos personagens Pantera Negra, Capitã Marvel e Capitão América, conforme explicou o diretor comercial da empresa, Ricardo Susini.

“A ideia surgiu da própria equipe. Além de ser um universo que a gente gosta, seria uma forma de aproximar ainda mais especialmente do público mais jovem. É uma forma de criar uma conexão direta com o público jovem. O que vocês verão são motos customizadas”, anunciou.

A Honda também apresentou lançamentos para o mercado: CB 500F e CB 500X, modelos porta de entrada para as motocicletas de alta cilindrada da marca, CB 650R, inspirada no conceito Neo Sports Café, e a CBR 650R, direcionados aos apaixonados por velocidade.

Amazonenses são destaque no Prêmio Abraciclo

Dois amazonenses garantiram os primeiros lugares nesta edição do Prêmio de Jornalismo da Abraciclo. A jornalista Rebeca Mota, que foi repórter de A CRÍTICA entre 2016 e 2018 conquistou o segundo e terceiro lugar, tendo duas reportagens premiadas na Categoria Polo Industrial de Manaus: “Mão de obra feminina se fortalece no polo de duas rodas do PIM” e “Bike ao trabalho - manauaras trocaram transporte e garantem bem-estar”.

“A presença da mulher no mercado de trabalho e a sua ascensão aos cargos de liderança das grandes fabricantes denotam uma grande evolução das empresas em busca da sua integração no ambiente corporativo. Então esta é uma vitória não somente para mim, mas a todas que todos os dias buscam ser reconhecidas profissionalmente", resumiu.

Já o primeiro colocado foi o jornalista Adneison Severiano, com a reportagem “Polo Industrial de Manaus na trilha da Indústria 4.0: nova era da manufatura avançada”.

Ao todo, foram quase 300 inscritos em todo o país, na disputa pelos prêmios conquistados por Adneison e Rebeca. A comissão julgadora do Prêmio Abraciclo de Jornalismo 2019 foi composta pelos jornalistas Andressa Rogê, Celso Miranda, Fausto Macieira, George Guimarães e Sérgio Quintanilha.

*A repórter viajou a São Paulo a convite da Abraciclo para cobertura jornalística do evento Salão Duas Rodas

News whatsapp image 2019 05 27 at 11.54.48 8d32dbdd 4f80 4c51 b627 e3873c2e56de
Repórter
Cientista Social, Escritora e Jornalista. Repórter de A Crítica, apaixonada pela arte de contar histórias.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.