Sábado, 25 de Maio de 2019
AFETADOS PELA CHUVA

População arrecada donativos para as famílias da Comunidade da Sharp

Quatorze famílias estão abrigadas na Escola Municipal Aristóteles de Alencar e outras 30 em casas de familiares e amigos. Segundo a Defesa Civil, 655 pessoas foram afetadas em toda a capital



show_8d45f327-adf9-4467-ac3b-edea1805f203.jpg
Fotos: Aguilar Abecassis
28/12/2016 às 12:32

Os moradores da Comunidade da Sharp, na Zona Leste de Manaus, tiveram suas casas alagadas e perderam muitos utensílios domésticos após a forte chuva desta terça-feira (27). Para amenizar a dor que a maioria dessas famílias está passando, moradores da região estão arrecadando alimentos, lençóis, camas, roupas e demais objetos para doar a essas famílias. Na tarde de ontem, os moradores pediram em protesto a chegada do Prosamim, após os prejuízos com a chuva forte.

Organizado pela professora de educação física Nete Costa, a “Ação entre amigos: corrente do bem”, já arrecadou até a manhã desta quarta-feira (28) lençóis, toalhas e cobertores, que foram entregues na noite de ontem para as famílias dormirem.

Segundo Costa, agora o foco é arrecadar alimentos. “Ontem nossa preocupação foi onde e como eles iriam dormir. Agora precisamos de muitas cestas básicas, pois a maioria perdeu tudo o que tinha”, disse muito abalada.

As doações podem ser entregues na Academia Evolution, localizada na rua Estrela, nº 213, na Comunidade da Sharp. De acordo com Nete, que é a proprietária do espaço, as doações serão entregues às 17h, na residência das pessoas.

“Toda hora chega alguém com doações, mas nós precisamos de muito mais. Sou moradora da comunidade e conheço a realidade das pessoas. Estamos separando e dividindo o que arrecadamos para mais tarde entregar às famílias”, afirmou Costa, acrescentando que os afetados pela alagação estão retornando aos poucos para suas casas para contabilizar perdas.

Segundo a Defesa Civil, 14 famílias estão abrigadas na Escola Municipal Aristóteles Comte de Alencar, localizada no bairro Armando Mendes. Outras 30, dos bairros Nova Vitória e Colônia Antônio Aleixo, estão abrigadas em casas de amigos e familiares. Ainda de acordo com o órgão, no total, 655 pessoas de toda a capital foram afetadas com a forte chuva de terça-feira.

Mais pontos de arrecadação

Outro ponto de colaboração é na Igreja Aliança Evangélica, localizada na Av. Itacolomy, no bairro Armando Mendes. Os donativos serão destinados às famílias da Comunidade da Sharp. De acordo com o pastor de jovens responsável pela iniciativa, Jhonatas Chaves, a ação “de ajudar às pessoas ao nosso redor, não é só uma função social, mas também é tarefa nossa como filhos de Deus, demonstrando o amor”, disse. Além de colchões, edredom, agasalhos, alimentação e roupas, as pessoas podem doar também recursos pra ajudar a reconstruir pontes, que ligam o bairro Armando Mendes a Comunidade da Sharp. 

O Espaço Coworking, do Sumaúma Park Shopping, localizado no piso Japiim (1º andar), também é posto de coleta de doações. Podem ser doados alimentos não perecíveis, roupas, calçados e colchões, no horário de 13h30 às 21h30, durante toda a semana, inclusive no sábado (31), neste dia, o shopping irá funcionar das 8h às 18h. O material arrecadado será entregue à Defesa Civil do Município, que será responsável pela distribuição às famílias.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.