Publicidade
Manaus
FIM DE ANO

População precisa exercer a paciência para se locomover em Manaus neste fim de ano

Com mais chuva à vista, conforme previsão do tempo, aliado aos comuns problemas de infraestrutura, trafegar pela cidade é um desafio 26/12/2017 às 06:50
Show 88
Foto: Divulgação
Silane Souza Manaus (AM)

Os últimos dias de 2017 sugerem que o morador de Manaus prepare a paciência para se acostumar a problemas de infraestrutura graves – e recorrentes – que comprometem a mobilidade da cidade e que devem deixar o trânsito ainda mais caótico em 2018. Ontem, após forte temporal, mais uma importante via da cidade precisou ser parcialmente interditada devido a problemas de infraestrutura que comprometem a estabilidade do solo: foi o terceiro caso em menos de duas semanas.

Desta vez, o problema aconteceu na avenida Brasil, na Zona Oeste, onde houve o desbarrancamento de aproximadamente 15 metros do talude e calçada que fica ao lado do igarapé, sentido bairro/Centro, deixando uma das três faixas interditadas, na altura da Maternidade Moura Tapajóz.

E este não é o primeiro ponto da avenida com interdição parcial. Há pelos menos sete meses a obra de uma ponte no canteiro central, bem em frente à Prefeitura de Manaus, também no sentido bairro/Centro, compromete uma das três faixas da via, exigindo muita paciência dos condutores e moradores da região. De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), a estrutura da ponte sofreu um desmoronamento do apoio do gabião devido ao aumento do nível do igarapé. O problema foi identificado em maio deste ano e, até hoje, não solucionado.

Avenida Brasil

O problema é que a avenida Brasil é a principal via da Zona Oeste e concentra não só a sede da Prefeitura de Manaus, mas também a do Governo do Amazonas, além de instituições de saúde, educação e diversos empreendimentos empresariais. Também dá acesso à ponte sobre o rio Negro. “Fica complicado evitar certas áreas da cidade, principalmente quando se trabalha nela. Além disso, não temos para onde fugir. O trânsito de Manaus é caótico justamente por isso”, afirmou microempresário Luiz Silveira, 34.

Rua Pará

Na semana passada, com cinco dias de diferença, dois buracos se abriram na rua Pará, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul, também depois de temporais, deixando a via totalmente interditada no primeiro caso e parcialmente no segundo. A Seminf informou que o problema foi provocado por drenagem obstruída dentro do estacionamento da lanchonete Mc Donalds e que a tubulação foi trocada. A segunda etapa é concluir o calçamento da área.

Mais chuva à vista

O Amazonas deve ter chuva mais frequente e volumosa nesta semana por causa da influência do sistema meteorológico conhecido como Alta da Bolívia – um grande sistema de alta pressão atmosférica típico do verão na América do Sul. As informações são do Climatempo. Neste domingo, em apenas uma hora de chuva, entre 11h20 e 12h20, choveu 54,6 milímetros pela medição do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).

Publicidade
Publicidade