Publicidade
Manaus
DENÚNCIA

Por instalação de elevador, escola municipal da Zona Sul está há mais de um mês sem aula

Alunos terão que fazer calendário especial para não ter prejuízo com atraso escolar. Recesso iniciou dia 23 de junho e só termina dia 8 de agosto 27/07/2018 às 16:59 - Atualizado em 27/07/2018 às 18:09
Show sem t tulo
Foto: Reprodução/Internet
Isabella Pina Manaus (AM)

Os alunos da Escola Municipal Francisco Felismino Soares, localizada na Avenida Ayrão, Praça 14, estão sem aulas desde o dia 23 de junho. A escola entrou em recesso natural tirado no meio do ano e adicionou dias da Copa do Mundo no calendário. Mas, um mês depois, as aulas não foram retomadas.

A previsão era de um recesso do dia 23 de junho ao dia 3 de julho. A escola, então, notificou os pais de que a nova data para retomada seria dia 10. Isso porque o colégio passa por reforma na instalação de um elevador.

Segundo a mãe de um aluno, a escola justifica a instalação do elevador com propriedade para que as aulas sigam paralisadas. Eles alegam que o equipamento trará melhorias e inclusão ao colégio.

"Eles não dão uma resposta. As crianças estão sofrendo por falta de aula, sendo prejudicadas, e eles alegam que as obras são inclusivas. Mas fica o conflito", comentou Elen, mãe de um estudante, que fez a denúncia.

Depois da previsão de retorno para o dia 10, a escola estendeu o prazo para o dia 18. Depois, 23. Já no dia 27, com mais de um mês de recesso, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) prevê retomada do período letivo para o dia 8 de agosto.

O órgão, em nota, explica que a instalação do elevador foi uma determinação do Juizado da Infância e Juventude do Estado. Para compensar o prejuízo de aulas perdidas, o colégio funcionará com calendário especial.

Leia a nota na íntegra

Seguindo determinação do Juizado da Infância e Juventude do Estado, o proprietário do prédio locado em que funciona a Escola Municipal Desembargador Felismino Francisco Soares iniciou, no final do mês de junho, as obras de instalação de um elevador. Conforme cronograma informado aos pais e responsáveis dos alunos, as obras têm previsão de término na próxima semana e as aulas previsão de retorno no dia 08/8. A Semed informa, ainda, que para repor as aulas que não ocorreram neste período por conta da obra, a escola vai trabalhar com calendário especial e os alunos não terão prejuízo no aprendizado.

Publicidade
Publicidade