Publicidade
Manaus
Cotidiano, Trânsito, Carretas, SMTU, Prefeitura de Manaus, Centro de Manaus, DOM, Zona de Máxima Restrição de Circulação

Portaria define normas de circulação de carretas no Centro de Manaus

Prefeitura Municipal de Manaus define, por meio de decreto, os horários de circulação de veículos pesados em diversas ruas e avenidas da capital  26/01/2013 às 08:47
Show 1
Ciculação de carrets e operações de carga e descarga em ruas, como a dos Andradas, agora têm horários específicos
Ana Célia Ossame Manaus

Até a primeira quinzena do mês de março, o trânsito de caminhões e carretas terá de obedecer as regras estabelecidas no Decreto 2.100, de 10 de janeiro de 2013, assinado pelo prefeito Artur Virgílio Neto (PSDB).

Na última quinta-feira (24), a Prefeitura de Manaus publicou no Diário Oficial do Município (DOM) a portaria regulamentando esse trânsito e definindo as Zonas de Máxima Restrição de Circulação (ZMRC). Os casos de descumprimento da portaria acarretarão em multas de R$ 85,31 e mais quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Os 15 primeiros dias de vigência serão reservados à fiscalização em caráter educativo, sem aplicação das sanções determinadas na portaria, informou o superintendente Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Pedro Carvalho.

O documento define horários de carga e descarga de materiais nas diversas áreas da cidade, dias para estas atividades e o tamanho dos veículos autorizados a circular nas vias. De acordo com a portaria, fica proibido o trânsito de veículos com Peso Bruto Total (PBT) acima de oito e 16 toneladas, na Zona de Máxima Restrição de Circulação (ZMRC 01), em dias e horários determinados, excetuados os feriados.

A portaria destaca que serviços de urgência, como os caminhões destinados a socorro de incêndio e salvamento, os de polícia, os de fiscalização e operação de trânsito e ambulâncias, devidamente identificados por dispositivos regulamentares, estão isentos das regras.

Da mesma forma estão isentos os veículos prestadores de serviços de utilidade pública, destinados à manutenção e reparo de redes de energia elétrica, de água e esgotos, de gás combustível canalizado e de comunicações. Veículos que prestam serviços de utilidade pública, cobertura jornalística, obras e emergência e de serviços de infraestrutura urbana mediante autorização.

De acordo com as regras, as operações de carga e descarga na ZMRC só poderão ocorrer nos locais estabelecidos pelo Manaustrans e devidamente identificados por sinalização regulamentadora. Estudos técnicos já estão sendo desenvolvidos pelo Instituto para definir esses espaços.

As novas regras
De acordo com a portaria, fica proibido o trânsito de veículos com Peso Bruto Total (PTB) acima de oito toneladas, na Zona de Máxima Restrição de Circulação (ZMRC 1), nos seguintes dias e horários, excetuados os feriados, de 2ª a 6ª feira: de 6h às 20h, aos sábados de 6h às 17h.

A ZMRC 01, compreende as seguintes vias: avenida Leonardo Malcher, rua Luiz Antony, rua Governador Vitório, rua Tamandaré, rua Marquês de Santa Cruz, avenida Floriano Peixoto, avenida Sete de Setembro e avenida Joaquim Nabuco;

A proibição de circulação de veículos com PTB acima de 16 toneladas na Zona de Máxima Restrição de Circulação (ZMRC 2), será de 2ª a 6ª feira, de 6h às 20h, e aos sábados, de 6h às 17h.

Essa zona inclui as seguintes vias: rua Marquês de Santa Cruz, avenida Lourenço da Silva Braga (Manaus Moderna), rua dos Andradas, avenida Joaquim Nabuco – trecho entre as ruas dos Andradas e Quintino Bocaiúva - , rua Quintino Bocaiúva e avenida Floriano Peixoto.

A circulação na avenida Lourenço da Silva Braga (Manaus Moderna) e alças adjacentes à ponte de Educandos fica livre para veículos com tonelagem superior à estabelecida na portaria, para fins de entrada e saída no Porto de Manaus, independentemente de horários de restrição.

Outra regra diz que, para realizar o embarque e desembarque de mercadorias, o veículo deverá ser posicionado no sentido do fluxo, paralelo ao lado da pista de rolamento e junto da guia da calçada (meio-fio), exceto quando especificado na sinalização de regulamentação.

As regras entram em vigor 60 dias após a publicação no DOM.

Publicidade
Publicidade