Publicidade
Manaus
APÓS ENCONTRO

PR adia decisão sobre possível candidatura ao governo do Amazonas

Em reunião foi anunciada a posse do jornalista Wilson Lima como vice-presidente estadual da legenda 13/05/2017 às 14:53
Show pr03333
(Foto: Antonio Lima)
Rebeca Mota Manaus

A reunião estadual do Partido da República, realizada este sábado na Assembleia Legislativa, foi encerrada sem que houvesse definição sobre como será a participação da legenda na eleição suplementar para o Governo do Estado. O primeiro turno será dia 06 de agosto e os partidos têm até 16 de junho para escolherem os candidatos.

No encontro foi anunciada a posse do jornalista Wilson Lima  como vice-presidente  estadual da legenda, que no Amazonas é controlada pelo deputado federal Alfredo Nascimento. Na eleição de 2016, o jornalista foi anunciado como candidato a vice-prefeito na chapa do advogado e ex-deputado estadual  Marcelo Ramos, mas acabou substituído por Josué Neto (PSD) quando o PR fez aliança com o partido do senador Omar Aziz (PSD).

“Isso me deixa muito feliz e também me enche de responsabilidade. E espero corresponder à altura do que me foi confiado. Estou à disposição do partido que reforça o compromisso no processo de transição seguindo a tendência mundial de renovação, de apostar no novo”, comentou  Wilson.

Diálogos
Questionado sobre a possível candidatura ao governo, Ramos diz que acredita estar preparado para comandar o Amazonas e que o momento é de construir alianças que viabilizem seu nome na disputa. Nas últimas eleições municipais, o ex-deputado ficou em segundo lugar com 457.809 votos.

“Nosso partido está preocupado  com o futuro  do Estado. O PR teve uma eleição expressiva nas eleições de 2016 e  tem interesse  em apresentar um novo nome.  Então, vai  apresentar a minha candidatura a partir dessa reunião, mas buscará  um conjunto de forças  para  que o Amazonas siga um caminho  de desenvolvimento, de geração  de emprego  e renda, de melhorias  nas condições  de segurança e saúde.  O prioritário agora  é  entender que o povo do Amazonas  está  acima das vaidades e dos desejos do candidato  a governador”, opinou Ramos.

Para o presidente estadual do PR e deputado federal, Alfredo Nascimento, os diálogos são necessários para oficializar a candidatura. Ele explica  que o partido está trabalhando o nome de Ramos, por exemplo, agregando grupos de pessoas no interior do estado.

“Eu quero ver Marcelo como governador, pois ele tem densidade eleitoral em Manaus e está preparado para ser um grande governador, mas uma eleição  não  é  feita só da nossa vontade. Uma eleição majoritária em um estado adverso como o nosso, precisa juntar pessoas e tempo de televisão, portanto estamos conversando com todos, estamos tentando dar viabilidade à candidatura dele ao governo", finalizou Alfredo.

Publicidade
Publicidade