Publicidade
Manaus
Manaus

Prazo de inscrição para o Bolsa Universidade se encerra neste domingo (17)

Candidatos têm até o fim do dia para entrar na disputa pelo benefício 16/11/2013 às 19:45
Show 1
Luíza Bessa, coordenadora do programa: formato novo reduziu burocracia
JORNAL A CRÍTICA Manaus (AM)

Domingo é o último dia para quem pretende concorrer a uma bolsa de estudos se inscrever no programa municipal Bolsa Universidade. A primeira fase do processo seletivo, que teve início no dia 4 deste mês, acaba neste domingo e os candidatos têm até o fim do dia para fazerem as inscrições, somente pela Internet, no site.

Ao todo, estão sendo ofertadas 10.064 bolsas de estudo em cursos de graduação de 14 instituições de ensino superior com sede em Manaus.

No total, o programa já beneficiou mais de 53 mil estudantes com bolsas parciais (50% e 75%) e integrais desde a implantação do Bolsa Universidade, em 2009. Somente em 2013, 14.309 pessoas receberam o benefício.

De acordo com a diretora-geral da Escola de Serviço Público Municipal (Espi), que coordena o programa, Luíza Bessa Rebelo, o novo formado do Bolsa Universidade, lançado este ano, pretende facilitar o acesso dos estudantes e reduzir custos para a prefeitura, minimizando a burocracia.

É que, até o ano passado, os candidatos precisavam entregar toda a documentação exigida para a participação no programa no ato da inscrição, antes mesmo da classificação. A prática gerava problemas aos estudantes e custos para o armazenamento desses documentos, que não podem ser descartados pela Espi, nem mesmo após a desclassificação do candidato.

“Esses documentos precisam ser guardados por, pelo menos, cinco anos. Além de dar trabalho e ocupar espaço, é um gasto desnecessário. Agora só pedimos a documentação dos estudantes classificados, que de fato serão beneficiados com as bolsas”, explicou.

Segundo ela, para concorrer às bolsas de estudo o candidato deve ser brasileiro nato ou naturalizado, possuir renda familiar bruta não maior que quatro salários mínimos, ser residente em Manaus, estar regulamente matriculado ou apto a se matricular em uma instituição de ensino superior participante do programa, não possuir diploma de curso superior e nem estar matriculado em universidades públicas.

Além disso, o estudante beneficiado com as bolsas de estudo precisa firmar compromisso de prestar a contrapartida, por meio de serviços públicos, sem ônus para a prefeitura. Atualmente, pouco mais de 4 mil dos 20 mil bolsistas prestam ou já prestaram a contrapartida.

Publicidade
Publicidade