Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020
Manaus

Prefeito em exercício ameaça demitir presidente do Implurb e titular da Semed

Presidente da CMM, Isaac Tayah (PSD), fica no comando da prefeitura até às 12h desta sexta-feira (16) quando o vereador Massami Miki assumirá o posto 



1.jpg O vereador Isaac Tayah (PSD) visitou várias áreas nesta quinta-feira (15) pela manhã para inspecionar problemas com a coleta de lixo
16/11/2012 às 07:58

Prefeito em exercício de Manaus até o meio-dia desta sexta-feira (16), o presidente da Câmara Municipal, vereador Isaac Tayah (PSD), disse nesta quinta-feira (15), que se ficasse na chefia do Executivo por mais tempo demitiria imediatamente o presidência do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), o ex-prefeito Manoel Ribeiro, e o titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Mauro Lippi. A declaração foi dada ontem pela manhã quando visitou os bairros de Petrópolis, Mauazinho e Jorge Teixeira em companhia do subsecretário de Limpeza Pública, Tulio Kniphoff, vistoriando o trabalho de coleta de lixo para o feriado prolongado.

“Eu poderia demitir muita gente que no meu entendimento, na minha prefeitura, não servem para o trabalho. Por exemplo, o sr. Manoel Ribeiro estaria fora da minha gestão imediatamente. Seria o primeiro. Segundo, o Sr. Mauro Lippi também estaria fora da minha lista”, disparou Tayah, que assumiu a prefeitura na tarde de quarta com a viagem do prefeito Amazonino Mendes (PDT) à São Paulo.



A prefeitura será administrada em rodízio. O prefeito em exercício viaja hoje e só retornar à Manaus na quarta-feira. Na ausência de Tayah, quem deve assumir a prefeitura é o segundo vice-presidente da Câmara, Massami Miki (PSL), já que Marcel Alexandre (PMDB), primeiro vice-presidente da CMM, também estará fora de Manaus.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.