Publicidade
Manaus
Manaus

Prefeitura define intervenções no trânsito para 2ª etapa de obras da av. Eduardo Ribeiro

Obras compreendem trecho da Eduardo Ribeiro entre a avenida 7 de Setembro e a rua 24 de Maio. O fechamento da via está previsto para 22 de fevereiro 08/02/2016 às 13:39
Show 1
Trabalhos serão intensificados no período noturno para dar celeridade à obra
ACRITICA.COM ---

A Prefeitura de Manaus definiu, nesta segunda-feira (8) a programação das intervenções no trânsito a serem executadas durante a segunda etapa das obras de revitalização da avenida Eduardo Ribeiro, que compreende o trecho entre à avenida 7 de Setembro e rua 24 de Maio.

Essa é a terceira reunião de planejamento realizada para definir as intervenções necessárias para a continuação da obra. Participaram da atividade de planejamento o diretor presidente do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), Eudes Albuquerque, o diretor de Operações, Cel. Raimundo Encarnação; o titular da subsecretaria do Centro Histórico de Manaus, Glauco Francesco; o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Amazonas (CDL), Ralph Assayag; e o presidente da Associação Comercial do Amazonas (ACA), Ismael Bichara, além de representantes da Polícia Militar, da construtora responsável pela obra e da equipe técnica da Diretoria de Engenharia do Manaustrans.

O fechamento total da Eduardo Ribeiro, entre 7 de Setembro e 24 de Maio (área das obras), que será realizado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), está previsto para o dia 22 de fevereiro. As calçadas permanecem livres para a circulação de pedestres durante todo o período dos trabalhos. Os trabalhos serão intensificados nessa segunda etapa também no período noturno para dar celeridade à obra.

Durante a reunião, foram definidas as alterações na circulação das vias no entorno da obra visando melhorar o fluxo de veículos na área e facilitar o acesso da população ao comércio.  

Confira como fica o trânsito:

- Inversão no sentido da rua Costa Azevedo (trecho entre a Saldanha Marinho e 24 de Maio);
- Inversão no sentido da rua Dona Libânia (ficará da 24 de Maio para a 10 de Julho);
- Duplo sentido na Rua 24 de Maio (entre à Eduardo Ribeiro e Barroso);
- Liberação de vagas de estacionamento na Avenida 7 de Setembro, no trecho entre a av. Getúlio Vargas e a Eduardo Ribeiro;

As alterações no trânsito contemplam a liberação de estacionamento na avenida 7 de Setembro no trecho que compreende a partir da Getúlio Vargas no sentindo Eduardo Ribeiro. O tráfego de veículos em algumas vias ganha sentido duplo e alteração de sentido (confira cronograma).

O cruzamento da Saldanha Marinho com Eduardo Ribeiro também sofre alteração tendo o fluxo de veículos interrompido. Os cruzamentos da avenida 7 de Setembro e 24 de Maio seguem livres nesse primeiro momento da obra.

“As decisões foram favoráveis para todos. A Prefeitura de Manaus está empenhada em mudar nossa cidade para melhor. Então, juntos, estamos concretizando um importante avanço”, destacou o diretor presidente do Manaustrans, Eudes Albuquerque.

O presidente da ACA, Ismael Bichara, destacou que a melhor forma de minimizar os impactos causados pela obra no comércio local é discutir e participar das decisões da prefeitura. “Ficamos felizes com a boa vontade e disposição da prefeitura em resolver da melhor forma as questões relacionadas à obra, pois o Manaustrans disponibilizou tempo fora do expediente para nos receber e procurar uma solução prática conosco”, ressaltou.

Conforme o subsecretário do Centro Histórico de Manaus, Glauco Francesco, é muito importante o trabalho conjunto entre a Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento, Instituto Municipal de Planejamento Urbano e todas as secretarias competentes para administrar as mudanças da área central da melhor forma para a população.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade