Publicidade
Manaus
Manaus

Prefeitura inicia arborização das calçadas revitalizadas da Djalma Batista

Segundo o órgão, já foram plantadas 12 mudas de espécies nativas da região amazônica, mas a arborização contemplará todo o passeio público da avenida 30/12/2013 às 12:02
Show 1
As mudas plantadas receberam adubação orgânica, produzida a partir de restos vegetais oriundos da poda de árvores da própria arborização urbana
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), deu início ao trabalho de plantio de mudas arbóreas nos passeios públicos da Avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul de Manaus, complementando o trabalho que vem sendo executado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) de requalificação e alinhamento do passeio público.

Segundo o órgão, já foram plantadas 12 mudas de espécies nativas da região amazônica, mas a arborização contemplará todo o passeio público da avenida. Para cada muda, está sendo colocado um gradil de proteção com frases educativas que procuram envolver a população nas ações da Prefeitura de Manaus.

A arborização está sendo executada obedecendo às diretrizes do Plano Diretor de Arborização Urbana de Manaus. O passeio público tem, no total, 3 metros de largura e as mudas estão instaladas numa área permeável de 80 x 80.

“Esse trabalho de alinhamento dos passeios facilita a implementação do plano diretor de arborização urbana, pois os espaços são dimensionados para que os pedestres e cadeirantes tenham livre acesso, deixando área suficiente para plantio e desenvolvimento das mudas”, afirmou o diretor de Arborização e Paisagismo da Semmas, Heitor Liberato.

Além de espaço permeável suficiente, as mudas plantadas receberam adubação orgânica, produzida a partir de restos vegetais oriundos da poda de árvores da própria arborização urbana, produzida pela Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp).

A Semmas aguarda a liberação de novos trechos da obra para continuar o plantio das mudas, uma vez que a arborização só pode ser realizada ao final dos trabalhos de infraestrutura.

*Com informações da Semcom

Publicidade
Publicidade