Publicidade
Manaus
SEM UTILIDADE

Prefeitura renova aluguel de R$ 218 mil de depósito desocupado em Manaus

Imóvel sediaria o Sine Manaus, mas desde 2017 não foi ativado pela Prefeitura. Despesa mensal é de 18 mil aos cofres públicos e contrato firmado teve dispensa de licitação 09/07/2018 às 12:40
Show im vel
No imóvel, localizado na Avenida Constantino Nery, não havia movimentação de funcionários da Prefeitura (Foto: Junio Matos/ Freelancer)
Larissa Cavalcante Manaus (AM)

A Prefeitura Municipal de Manaus renovou contrato firmado por dispensa de licitação no valor de R$ 216 mil com a empresa NY Administração de Imoveis Ltda. para locação de um imóvel, localizado na Avenida Constantino Nery, no São Geraldo, destinado ao funcionamento da sede do Sine Manaus. A reportagem esteve no endereço e constatou que o prédio, com despesa mensal de 18 mil aos cofres públicos, funciona como depósito.

A reportagem de A CRÍTICA esteve no endereço informado no contrato assinado pela titular da Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (Semtrad) e o representante da NY Administração Nasser Yacub no dia 26 de junho de 2017. No local, não havia movimentação de funcionários da secretaria e a porta de acesso ao prédio estava trancada.

Apenas um guarda fazia a segurança armada do imóvel, que o abriu assim que a reportagem começou a fotografar a fachada do prédio que não apresenta identificação. “Não funciona o atendimento. É um depósito e previsto para ser inaugurado ainda”, afirmou o vigilante.

Um autônomo, que trabalha nas proximidades, informou que o único movimento no endereço é de funcionários da prefeitura. “Pelo tempo que eles alugaram o prédio, já era para estar funcionando. Tem gente trabalhando aí, mas é muito pouco. Eu não vejo a população entrando e sendo atendida. É dinheiro público sendo usado e não vejo funcionar nada”, contou.

No imóvel, a reportagem identificou a presença de mobiliários, por exemplo, cadeiras, ar condicionados, caixas de papelão, pasta e outros materiais de expediente dispostos no térreo do prédio.

Aditivo

O aditivo assinado no dia 25 de junho e publicado no Diário Oficial do dia 29 de junho prorroga a vigência por 12 meses do contrato de locação que apresenta valor global de R$ 216 mil com o pagamento mensal de R$ 18 mil.

De meados do ano passado até hoje, a Semtrad já empenhou (primeira fase do pagamento de uma obrigação no setor público) em nome da NY Administração R$ 324 mil. 

Do termo aditivo ao contrato, R$ 36 mil foram empenhados no dia 04 de junho, ficando o restante de R$ 180 mil a ser empenhado posteriormente.

Na edição do diário oficial do dia 29 de junho de 2017 consta o extrato do contrato e portaria assinada pela titular da Semtrad que designa os seguintes servidores responsáveis pelo acompanhamento e fiscalização do contrato: Bruno da Silva Gurjão, Ediane Couto da Silva, Letícia  Mara Mesquita da Silva e Tatiana Guimarães Ribeiro.

Prédio em preparação desde 2017

A Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (Semtrad) informou, por meio de nota, que o imóvel, localizado bairro São Geraldo, abrigará o novo posto do Sine Manaus e desde 2017 o prédio está sendo preparado para atender aos serviços do Sine.

“Atualmente, o imóvel já está com todo o mobiliário montado, com equipamentos de informática comprados, rede lógica, telefonia e condicionadores de ar instalados”, diz trecho da nota.

A Semtrad esclareceu que a pendência atual para abertura do prédio ao público externo deve-se ao processo para instalação da subestação de energia elétrica, que já foi licitado e a empresa ganhadora do certame contratada. 

“No entanto, está em fase de aprovação do projeto de subestação pela Amazonas Energia que é de total responsabilidade da empresa. A Semtrad vem acompanhando e cobrando diariamente para que seja executado no menor prazo possível”.

A pasta explicou que a instalação elétrica existente no local não atende toda a demanda do prédio que será necessária para prestar o atendimento. “Parte do novo prédio já está sendo utilizado normalmente por uma equipe administrativa e de Intermediação de Mão de Obra do Sine Manaus. Tão logo a Amazonas Energia aprove o projeto, será possível executar a instalação da subestação que possibilitará a inauguração e abertura do novo prédio à população ainda este ano”.

Publicidade
Publicidade