Publicidade
Manaus
Manaus

Prefeitura se compromete a combater obesidade e desnutrição em Manaus

Medidas como ‘Academia da Saúde’ e prevenção de carências nutricionais serão de responsabilidade dos serviços de Atenção Básica. 04/09/2013 às 15:40
Show 1
Workshop aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e contou com a participação da subsecretária municipal de Gestão da Saúde, Lubélia de Sá Freire
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

Um workshop promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) com o tema “Política de Alimentação e Nutrição no Sistema Único de Saúde (SUS)”, está sendo realizado no auditório da Secretaria. localizada na rua Recife, bairro de Flores, Zona Centro-Sul, em comemoração ao Dia do Nutricionista, que aconteceu no dia 31 de agosto. O evento é direcionado a nutricionistas e alunos dos cursos de Nutrição dos estabelecimentos de ensino superior de Manaus.

Segundo a subsecretária municipal de Gestão da Saúde, Lubélia de Sá Freire, o objetivo do projeto é reduzir os números de doenças relacionadas à alimentação em Manaus. “A obesidade hoje já chega a ser maior que a desnutrição, devido ao sedentarismo e a má alimentação, que são fatores de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas”.

Ainda segundo Lubélia, o prefeito Artur Neto anunciou medidas preventivas. “O prefeito Arthur Neto já anunciou a inauguração de 40 Módulos de Saúde da Família, com equipes dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) que terão nutricionistas que, com certeza, darão uma grande contribuição para a queda dos índices de obesidade e desnutrição em Manaus. Além disso, teremos Academia da Saúde e Espaço Saúde. A Semsa também tem vários programas de nutrição, como o Leite do Meu Filho”.

Projeto ‘Academia da Saúde’

O paciente com sobrepeso (Índice de Massa Corporal igual ou superior a 25), de acordo com a subsecretária, poderá ser encaminhado a ‘Academia da Saúde’ para realização de atividades físicas e ao NASF para receber orientações para uma alimentação saudável e balanceada. A evolução do tratamento será acompanhada pelos profissionais das Unidades Básicas de Saúde (UBS).

“O Programa Academia da Saúde é uma estratégia para induzir o aumento da prática da atividade física na população. A iniciativa prevê a implantação de polos com infraestrutura, equipamentos e profissionais qualificados para a orientação de práticas corporais, atividades físicas e lazer”, contou a subsecretária.

Cuidados nutricionais

De acordo com Lubélia, o cuidado nutricional no âmbito da atenção básica deverá dar respostas às demandas e necessidades de saúde, considerando as de maior frequência e relevância e observando critérios de risco e vulnerabilidade. “Damos prioridade às ações preventivas e de tratamento da obesidade, da desnutrição, das carências nutricionais específicas e de doenças crônicas não transmissíveis relacionadas à alimentação e nutrição”, enfatizou.

Ela também acrescentou que as ações de prevenção das carências nutricionais específicas por meio da suplementação de micronutrientes (ferro, vitamina A, dentre outros) serão de responsabilidade dos serviços de Atenção Básica em acordo com o disposto nas normas técnicas dos programas de suplementação

Programação

Durante o workshop, foram abordados os temas: Organização da Atenção Nutricional; Promoção da Segurança Alimentar e Nutricional: Ações do Conselho Federal de Nutrição (CFN); Programa Bolsa Família e suas condicionalidades; Prevenção e Controle da Deficiência de Ferro; o programa Amamenta e Alimenta Brasil; Controle e Regulação de Alimentos; e Promoção da Alimentação Saudável.

A discussão sobre os temas contou com a participação também de representantes da Coordenação Estadual de Alimentação e Nutrição, da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SEMASDH), do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA), do Departamento de Vigilância Sanitária da Semsa e do Núcleo de Promoção a Hábitos de Vida Saudável da Semsa.

*Informações do Departamento de Comunicação da Semsa

Publicidade
Publicidade