Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
Manaus

Presidiário é morto dois dias após sair da prisão na ZN

O suspeito foi até a casa da vítima e o chamou para uma conversa. Ao sair de casa, Washington foi baleado com um tiro e ainda tentou correr, mas foi alcançado e atingido com mais dois tiros



1.jpg Washington estava em casa quando foi chamado pelo assassino
03/10/2013 às 13:39

O presidiário Washington Luís Mota de Almeida, 25, conhecido como ‘Pit Bull’ foi morto com três tiros na noite de quarta-feira (2), na rua 24, Conjunto dos Buritis, bairro Santa Etelvina, na Zona Norte de Manaus. A vítima havia saído a apenas dois dias do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), onde cumpria pena por lesão corporal e homicídio qualificado.

De acordo com populares, por volta das 20h, um homem foi até a casa de 'Pit Bull' e o chamou para uma conversa. Ao sair de casa, Washington foi baleado com um tiro e ainda tentou correr, mas foi alcançado pelo assassino. Ele caiu na frente da casa de uma vizinha e o suspeito atirou mais duas vezes.

O presidiário foi socorrido por uma irmã até o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Galileia, porém já deu entrada sem vida na unidade de saúde.

Policiais da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) fizeram patrulhamento pela área para identificar o suspeito, mas ninguém foi preso. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investigará o caso.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.