Publicidade
Manaus
Manaus

Preso é morto dentro de presídio após supostamente delatar plano de fuga

Williams de Souza Costa, 39, recebeu várias estocadas pelo corpo. Ele dividia cela com outros oito presos e teria no dia anterior, dedurado uma fuga planejada pelo grupo à administração da prisão 28/01/2013 às 10:52
Show 1
Coronel Encarnação disse que os presos da cela onde Williams foi encontrado morto serão remanejados à outras celas e depois ouvidos pela equipe de investigação
Bruna Souza Manaus, AM

Nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (28), um detento da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) foi morto por outros presos com os quais dividia a cela 507, no pavilhão 5 da unidade prisional. Williams de Souza Costa, de 39 anos, recebeu várias estocadas pelo corpo. Ele dividia cela com outros oito presos e teria, no dia anterior, denunciado uma fuga planejada pelo grupo à administração da prisão.

De acordo com o secretário-executivo de Justiça e Direitos Humanos (Sejus), coronel Bernardo Encarnação, o detento foi preso por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo e a morte teria acontecido por desavença entre os presos. Questionado sobre a possível motivação da morte, em virtude do mesmo ter delatado sobre o plano de fuga, o coronel disse desconhecer o fato e afirmou que uma sindicância será aberta para se averiguar os fatos.

Encarnação disse ainda que os presos da cela onde Williams foi encontrado morto serão remanejados para outras celas e depois ouvidos pela equipe de investigação. Antônio Oliveira da Silva, de 31 anos, um dos presos, havia afirmado ser o autor do homicídio, mas voltou atrás e agora nega que tenha participado.

O Instituto Médico Legal (IML) foi chamado para retirar o corpo e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o caso.

Publicidade
Publicidade