Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Manaus

Preso por roubo, homem afirma que assaltava comércio porque proprietário ‘abusava’ nos preços

Segundo ele, dono de mercadinho colocava presos abusivos nos produtos e a população ficava incomodada. “Eu queria fazer o Robin Hood”, disse



1.gif
Emerson do Carmo Miranda roubo o mesmo mercadinho duas vezes
03/07/2015 às 14:39

Policiais lotados no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP) prenderam em Manaus o autônomo Emerson do Carmo Miranda, 28, acusado de cometer diversos roubos no bairro Petrópolis, na Zona Sul de Manaus. Emerson foi preso na casa da tia dele, na rua Imperatriz, bairro Cidade Nova, Zona Norte, em cumprimento a mandado de prisão por roubo majorado.

Segundo o delegado Fernando Bezerra, titular do 3º DIP, Emerson é apontado como autor de dois roubos a um estabelecimento comercial, “mercadinho”, na rua Uraria, conjunto São Sebastião, bairro Petrópolis. Os crimes ocorreram nos dias 22 e 23 de março deste ano.

“Na ocasião, Emerson utilizou uma arma de fogo e levou R$ 500 em espécie no primeiro dia. No segundo roubo, utilizando o mesmo modus operandi, ele subtraiu R$ 300 em espécie do local. Além disso, ele está sendo investigado por envolvimento em outros roubos a comércios naquela área”, explicou o delegado.

Em depoimento, Emerson argumentou que só roubou o estabelecimento porque o proprietário colocava valores abusivos nas mercadorias e os populares estavam inconformados. “Eu me senti lesado e queria fazer justiça pela população, como o Robin Hood”, disse.

O autônomo já tinha passagem pela polícia por roubo cometido em 2012. Dessa vez ele foi indicado por roubo majorado. Ao término dos procedimentos cabíveis ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.