Sábado, 07 de Dezembro de 2019
ASSALTO

Presos por assalto com reféns a despachante na Efigênio Sales fazem parte de quadrilha

O trio invadiu o local e fez funcionários reféns, acabando com um deles morreu. Juntos, eles reúnem 14 crimes fichados entre roubo e homicídio



08/08/2017 às 11:06

Ismar Klinger Cavalcante Pantoja, 26, e David Robson Castro dos Santos, 33, foram apresentados nesta terça-feira (8) na sede da Delegacia Geral, em Manaus, suspeitos do roubo majorado, com reféns, ocorrido na tarde de ontem (7) a uma empresa de serviços de despachante na av. Efigênio Sales, no bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul. Segundo a polícia, David já tem dez passagens pela polícia.

O delegado do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Guilherme Torres, afirmou que os suspeitos que participaram do crime fazem parte de uma quadrilha. “Se trata de uma organização criminosa. Todos eles já estiveram no sistema penitenciário com uma ficha extensa. Ontem ficamos sabendo que eles tinham realizado dois crimes no Parque das Laranjeiras e depois recebemos a informação que eles iriam cometer outro assalto perto do Detran. Existe uma investigação na Zona Centro-Sul para diminuição de homicídios", comentou.



O titular da DRCO também ressaltou que o homem que morreu durante a ocorrência, ontem, foi identificado como Rodrigo dos Santos Paixão, 19, conhecido como "Gugu". Ele utilizava tornozeleira eletrônica, mas tinha arrancado o objeto. “Todos estavam em liberdade provisória, o Rodrigo foi o mentor do crime, mas acabou sendo morto. O primeiro a disparar os tiros foi o segurança do local, mas o inquérito policial nos mostrará mais informações no prazo de dez dias. A perícia foi até o local e colheu informações”, disse.

O delegado geral da Polícia Civil do Estado do Amazonas, Frederico Mendes, destacou que as câmeras próximas do local já estão nas mãos da polícia. "Estamos monitorando essa quadrilha. A partir desse momento vamos utilizar laudos técnicos. Quem denunciou as informações. Estamos na fase inicial", comentou.

Com os infratores os policiais apreenderam dois revólveres calibre 38, uma pistola 840, oito munições de calibre 38 e duas munições de calibre ponto 40. Duas delas pertenciam a policiais. "As duas armas foram subtraídas de policiais. Um pertence a uma Polícia Civil e havia sido furtada, e o outro a um perito criminal que foi roubada", ressaltou Mendes.

Durante a ação policial foi encontrado ainda, mais um veículo, modelo Corsa Classic, de cor prata e placas NOX-5006, roubados por infratores na manhã, no bairro Cidade Nova, Zona Norte da cidade.

Ismar responde há três processos por roubo e estava cumprindo pena no Complexo Penitenciário Anisio Jobim (Compaj) no regime semiaberto. Davi tem 10 passagens pela polícia pelos crimes como roubo e homicídios e estava em liberdade há um mês e meio. Já Rodrigo cumpria no Compaj, no regime semiaberto por roubo.

Irmão do suspeito

Ontem, durante a prisão dos dois suspeitos sobreviventes, um homem que se identificou como irmão de um deles tentou agredir um repórter da TV A CRÍTICA, discutiu com um policial militar e acabou sendo perseguido e agredido pela população. A reportagem do Portal A Crítica flagrou o momento de uma das agressões. Ele também foi preso e levado à delegacia.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.