Publicidade
Manaus
VAI E VEM

Presos estão de volta à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, em Manaus

Vinte foram transferidos ontem para o presídio de Itacoatiara. Menos de 24h depois, eles retornam à Vidal Pessoa a mando da Justiça 10/01/2017 às 10:20 - Atualizado em 10/01/2017 às 17:41
Show m es
Familiares estão do lado de fora na Vidal Pessoa (Foto: Márcio Silva)
Joana Queiroz Manaus (AM)

Os 20 presos que foram transferidos na última segunda-feira (9) para a Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) retornaram hoje (10) novamente para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus. Os internos chegaram por volta das 9h40 em duas viaturas da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e em uma do sistema penitenciário.

Familiares estavam do lado de fora e aguardavam a chegada dos internos. Ainda dentro da viatura, os internos gritavam que não queriam retornar ao presídio porque temiam serem mortos. Eles pediram para ficarem presos no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Os internos ficaram dentro das viaturas esperando os agentes penitenciários da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informarem o local onde deveriam ficar. Os presos foram para o Hospital de Custódia, ao lado da Vidal Pessoa, para serem submetidos a exame de corpo de delito. Só depois seriam colocados de volta na cadeia.

Retorno

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) informou que o Juízo de Itacoatiara determinou o retorno a Manaus dos 20 presos transferidos para o município, distante 170 quilômetros da capital. O objetivo, segundo a Justiça, foi assegurar a integridade física dos mesmos.

Na decisão comunicada à Secretaria de Administração Penitenciária do Estado do Amazonas (Seap), ainda na noite de ontem, o Juízo de Itacoatiara destacou que os presos transferidos continuavam ameaçados de morte, desta vez por presos de Itacoatiara, conforme informado pelo diretor daquela unidade prisional do interior.

O TJ-AM ressalta que a decisão do retorno dos detentos a Manaus foi discutida com os órgãos da Segurança Pública, com a presidência do Tribunal de Justiça e com o Juízo da Comarca de Manaus que havia inicialmente autorizado a transferência dos presos.

Retirada

A transferência dos 20 presos para a UPI foi determinada pelo juiz plantonista Flávio Henrique Albuquerque de Freitas, na última segunda-feira (9), atendendo ao pedido da Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM). A solicitação foi feita após informações da Seap de que esses presos corriam risco de vida na Vidal Pessoa, onde na madrugada de domingo (8) quatro presos foram mortos em conflito entre internos.

Publicidade
Publicidade