Publicidade
Manaus
Manaus

Previsão do tempo indica chuva durante todo o final de semana, em Manaus

A chance de chover na cidade nesse sábado (20) e domingo (21) é de 80%, de acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) 19/02/2016 às 20:14
Show 1
A madrugada de ontem, conforme o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), a capital amazonense apresentou a ocorrência de um sistema denominado aglomerado convectivo
SILANE SOUZA ---

Manaus pode voltar a registrar chuva nesse final de semana, a exemplo do que ocorreu na tarde de quinta-feira e madrugada de ontem. A chance de chover na cidade é de 80%, de acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). Para hoje é esperado chuva de curta duração, podendo ser acompanhada de trovoadas a qualquer hora do dia, já amanhã, muitas nuvens com curtos períodos de sol e pancadas de chuva com trovoadas.

A madrugada de ontem, conforme o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), a capital amazonense apresentou a ocorrência de um sistema denominado aglomerado convectivo - uma formação que reúne várias células (nuvens menores) produzindo chuvas que registram significativo volume precipitado.

Até às 12h, a estação automática do 1° Distrito de Meteorologia do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou volume de chuva de 32 milímetros, tendo os primeiros registros ocorrido por volta das 3h da manhã. O evento prolongou-se pela madrugada. Nas primeiras duas horas choveu 27,6mm, os ventos apresentaram rajadas de 27 km/h, enquanto a temperatura caiu em torno de 2°C.

Foram registradas diversas ocorrências por conta da chuva, entre elas alagações de residências, deslizamento de barranco, queda de árvores, além de acidentes de trânsito, pela Defesa Civil de Manaus e Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), respectivamente.

No bairro Alfredo Nascimento, Zona Norte, a ponte que ligava as ruas Jander e 8 B desabou por volta de 3h10 da manhã e o fluxo de veículos ficou inviável. Os moradores de uma das ruas ficaram praticamente isolados. “Essa ponte é o único acesso entre essas duas ruas e quem tem motocicleta e carro não pode passar e mesmo a pé é ruim, pois o barranco corre risco de cair”, contou o operador de empilhadeira Gleidson Diniz, 23.

Na rua das Oliveiras, no beco Santa Helena, bairro Nossa Senhora de Fátima 2, Zona Norte, dezenas de famílias tiveram suas casas invadidas pelas águas do igarapé, que corta a região, que transbordou com a chuva. “Minha casa é 14 por 17 metros e ficou toda alagada. Acordemos logo que a chuva começou e não dormimos mais. Foi a madrugada toda tentando limpar a casa”, relatou o pedreiro José Edvan Nogueira da Silva, 49.

Busca rápida
Na tarde da última quinta-feira, ventos superiores a 60 km/h foram registrados em Manaus. As rajadas de vento deixaram vários prejuízos pela capital, como queda de árvores e destelhamentos de casas, e até provocou acidente com embarcação, no Lago do Puraquequara, na Zona Leste. A Ponte Rio Negro, que liga a capital ao município de Iranduba, chegou a ficar 30 minutos fechada, por causa dos fortes ventos.

Saiba mais
Diversos bairros ficaram sem energia elétrica por conta da chuva de ontem, a Eletrobras Distribuição Amazonas informou que o novo temporal dificultou bastante o trabalho das equipes técnicas que estavam fazendo a recomposição de algumas áreas isoladas por causa da forte tempestade que atingiu na tarde da última quinta-feira.

De acordo com a concessionária, para atender as novas ocorrências com a chuva da madrugada de ontem reforçou seu contingente de 27 para 75 equipes com carros; de 2 para 15 equipes com caminhões e de 4 para 11 equipes no Centro de Operação Integrado da Eletrobras.

Trânsito
O Manautrans atendeu duas ocorrências de semáforos apagados, três de semáforos intermitentes, duas colisões com danos materiais, uma com vítima lesionada, um choque com danos, e outro com vítima lesionada. Além de cinco pane mecânica, um tombamento de veículo (microonibus) sem vítima, e uma árvore caída, na avenida Eduardo Ribeiro, lado oposto à loja Marisa, no Centro.

A Defesa Civil de Manaus registrou cinco ocorrências decorrentes da chuva, que atingiu a capital na madrugada de ontem. Conforme o órgão, houve deslizamento de barranco nas ruas 13, comunidade Jardim Mauá, bairro Mauazinho, Zona Leste, e 7, no conjunto Alfredo Nascimento, Zona Norte. Além de risco de desabamento de casa de alvenaria na rua Paraguaçú, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste.

Além disso, a Defesa Civil de Manaus registrou ainda alagações nas ruas  Tom Jobim, comunidade Monte Sião,  bairro Jorge Teixeira e no beco Bela Vista, comunidade Vila da Felicidade, bairro Mauazinho. Só na Zona Oeste da cidade, o pluviométrico da Defesa Civil registrou 49.8mm de chuva em 24 horas.

Publicidade
Publicidade