Publicidade
Manaus
Manaus

Prevista para esta sexta-feira (29), greve do transporte especial é suspensa após reunião

Um encontro entre líderes sindicais, o prefeito de Manaus e o governador do Amazonas fez com que a categoria não paralizasse o trânsito da capital como estava planejado, mas rodada de negociações será retomada 28/05/2015 às 22:22
Show 1
Reunião encabeçada pelo Prefeito e Governador suspendeu a possível greve, mas por tempo indeterminado
acritica.com Manaus (AM)

A paralisação do transporte especial (que faz rotas principalmente no Distrito Industrial de Manaus), inicialmente planejada para começar nesta sexta-feira (29), foi descartada pela categoria após reunião intermediada pelo prefeito Artur Neto e o governador José Melo. Uma nova rodada de negociação acontecerá na tarde desta sexta.

Antes, a greve estava sendo montada como forma de protesto por parte dos mais de quatro mil motoristas dos transportes especiais, que prometeram cruzar os braços logo pela manhã desta sexta-feira exigindo reajustes salariais de 15%. De acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros por Fretamento de Manaus (Sifretam), os motoristas haviam planejado fechar as rotatórias do Coroado, São José, Armando Mendes e a da Suframa.

O Sindicato das Empresas de Transportes Especiais do Amazonas enviou nota, ainda na quarta-feira (27), dizendo que recebia "com preocupação a notícia da greve, já que tem se mostrado aberto ao diálogo e disposto a negociar com os trabalhadores dentro do possível para não onerar o orçamento das empresas, nem precisar desligar funcionários". O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) informou que está com planejamento pronto para o caso de ocorrer este protesto. 

Publicidade
Publicidade