Terça-feira, 21 de Maio de 2019
Manaus

Primeira edição do 'The Street Store' em Manaus ocupa praça do Centro de Manaus

Diversas ações sociais, como assistência social e médica, complementam a doação de roupa aos moradores de ruas e pessoas mais necessitadas. Ação concentra mais de 1,2 mil voluntários na praça Heliodoro Balbi, na av. Sete de Setembro, e já tem sua segunda edição confirmada



1.jpg
Ao todo, mais de 14 mil peças de vestuário foram arrecadadas e oferecidas à população de baixíssima renda
05/07/2015 às 16:56

CONFIRA  IMAGENS / ASSISTA VÍDEO

Manaus recebeu, desde às 7h30 deste domingo (5), a sua primeira edição do ‘The Street Store’ (A loja de rua, em inglês), evento voluntário destinado aos moradores de rua e pessoas mais necessitadoa, considerado como a melhor campanha de solidariedade do mundo atualmente.

Mais de 14 mil peças estão à disposição para o "cliente" escolher. Além de serem assistido por vendedores-voluntários, que os ajudam a escolher peças de vestuário, os flagelados recebem uma assistência completa, desde corte de cabelo, doação de material de higiene, acompanhamento médico-alimentar, auxílio na retirada de documentos e até assistência veterinária para animais, entre outros serviços,

Ao todo, são mais de 1,2 mil voluntários que estão colaborando com o evento, que segue funcionando até as 17h, no entorno da praça Heliodoro Balbi, mais conhecida como praça da Polícia, localizada na avenida Sete de Setembro, Centro da capital.


Conforme um dos coordenadores do "The Street Store Manaus", José Hilton Pereira da Silva, 58, muitas doações ainda estão chegando para serem colocadas nos cabides. “Sempre gostamos de realizar o gesto de caridade com os mais necessitados, e desde que iniciamos a campanha no Facebook estamos recebendo vários apoios e colaboradores. As doações não param de chegar e o que nos é mais gratificante é ver os mais necessitados podendo ser atendidos com o evento”, disse.

O morador de rua Ednaldo Ramos, 48, foi um dos beneficiados com o primeiro "The Street Store Manaus". Natural do Maranhão, ele veio para Manaus em busca de uma vida melhor, mas sem estudo, emprego e família se tornou morador de rua e hoje vive em baixo da ponte do bairro de Educandos, na Zona Sul da cidade.

Ele, que inclusive sofreu um acidente recentemente e anda com ajuda de muletas (foto abaixo), ficou feliz quando pode pela primeira vez na vida escolher a sua própria roupa. “É uma sensação estranha, que nunca senti. Nunca pensei que estaria vivo para um dia vivenciar algo como isso que está acontecendo. Agora vou poder até tratar meus problemas de saúde”, disse, visivelmente emocionado.


A coordenação também tem a parceria dos agentes de trânsito do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização no Trânsito (Manaustrans), além das Forças Armadas, da Polícia Militar e outros voluntários.

De acordo com or organizadores, uma segunda edição do evento deve acontecer ainda este ano em Manaus, provavelmente em setembro. Os objetos recolhidos neste domingo através de doações serão disponibilizados neste evento, ainda sem data definida, além de novas colhetas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.