Publicidade
Manaus
Cotidiano,Meio Ambiente,Igarapé do Mindu,Preservação,Semulsp,Semmas,MPF/AM, TAC, Lixo,Resíduos Sólidos

Primeira rede de contenção de resíduos é instalada no Igarapé do Mindu

O equipamento funciona como uma barreira que impedirá que os resíduos jogados nas ruas e diretamente no igarapé cheguem até o rio Negro ou fiquem acumulados no Parque Municipal do Mindu 27/03/2013 às 12:34
Show 1
Garis da Semulsp retiram do igarapé do Mindu, os primeiros resíduos sólidos contidos pela rede
acritica.com Manaus

Nesta quarta-feira (27) teve início, por parte da Prefeitura de Manaus, o trabalho de retirada do lixo acumulado na primeira rede de contenção instalada num trecho do igarapé do Mindu, situado nas proximidades da ponte que liga o Conjunto Petros à Colônia Japonesa, na Zona Centro-Sul de Manaus.

Confeccionada em aço a rede tem no total 25 metros de largura e 1,55m de altura.

O equipamento funciona como uma barreira que impedirá que os resíduos jogados nas ruas e diretamente no igarapé cheguem até o rio Negro ou fiquem acumulados no Parque Municipal do Mindu, localizado no bairro Parque Dez de Novembro, também na Zona Centro-Sul de Manaus, principal vítima do descarte irregular de resíduos na cidade.

A instalação da rede atende a um Termo de Ajustamento de Conduta Ambiental (TACA), firmado entre a Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) e o Ministério Público Federal (MPF/AM), visando à correção dos impactos ambientais no igarapé do Mindu.

De acordo com a secretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Kátia Schweickardt, a medida ameniza o impacto ambiental, mas o que resolve a situação é a tomada de consciência da população de que não deve jogar seu lixo na rua - porque ele fatalmente será carregado para o igarapé com a chuva -, muito menos descartá-lo direto nos cursos d'água.

O diretor de Limpeza Pública da Semulsp, José Rebouças, informou que o trabalho de coleta será feito diariamente. Conforme ele, a rede foi instalada num trecho de fácil acesso aos agentes de limpeza.

Uma equipe de dez pessoas trabalhará no local. A rede foi instalada com boias para que possa flutuar quando o volume de água do igarapé aumentar.

Publicidade
Publicidade