Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
Manaus

Primeiro dia de fiscalização da faixa azul da avenida Constantino Nery divide opiniões

Usuários do transporte coletivo aprovaram a medida, enquanto condutores de carros de passeio e carga reclamaram do sistema



1.jpg Segundo SMTU, ônibus ficarão restritos às faixas exclusivas no futuro
19/02/2015 às 20:54

O primeiro dia de fiscalização, com expedição de multas, da faixa exclusiva de circulação dos ônibus do sistema Bus Rapid System (BRS), na avenida Constantino Nery, foi marcado por contrastes.

Os passageiros dos ônibus ficaram satisfeitos com a faixa livre porque ela alivia em até 30 minutos o tempo de viagem. "Estou retornando para minha casa, no bairro Cidade de Deus, Zona Norte, e posso afirmar com toda certeza que hoje ganhei uma hora do dia", disse o comerciante Paulo Lima, 66.



Já os condutores de carros de passeios e cargas reclamaram muito por terem de dividir as duas faixas restantes com os demais veículos e encarando um engarrafamento maior nos horários de pico. “O que adianta ter uma pista somente para alguns ônibus? Existe mais ônibus não articulados que não podem trafegar lá e vão entupir as duas faixas restantes com os outros carros", desabafou o empresário Narciso Nunes, 47.

De sua parte, o diretor-presidente da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Pedro Carvalho, disse que a novidade veio para ficar e já adiantou o futuro do sistema. “Os ônibus adaptados serão obrigados a usar, exclusivamente, a faixa azul. Fiscais irão permanecer durante dois dias nas plataformas para orientar motoristas”, informou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.