Sábado, 24 de Agosto de 2019

Procissão de N. Senhora da Conceição leva 60 mil fiéis ao Centro de Manaus

Celebração à Padroeira do Amazonas já dura mais de 100 anos e percorreu quatro ruas do Centro de Manaus. Após procissão, missa campal foi celebrada pelo arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani



prociss_o.jpg Procissão levou milhares de fiéis às ruas (Foto: Márcio Silva)
08/12/2016 às 19:38

Cerca de 60 mil fiéis participaram da procissão pelas ruas do Centro de Manaus nesta quinta-feira (8), que encerrou a celebração à Nossa Senhora da Imaculada Conceição, padroeira do Amazonas, repetindo a celebração que já dura mais de 100 anos. 

A tradicional procissão saiu da Catedral e seguiu pelas ruas e avenidas 7 de Setembro, Joaquim Nabuco, 10 de Julho e Eduardo Ribeiro. Após término, teve início uma missa campal celebrada pelo arcebispo dom Sérgio Castriani, realizada na bola das avenidas Eduardo Ribeiro e 7 de Setembro. Líderes e pastores de outras religiões que compõem o Comitê de Combate a Intolerância Religiosa no Estado do Amazonas,também participaram das celebrações.

Durante o percurso da romaria seguiam mulheres e homens com terços nas mãos, jovens casais, crianças com os pais e idosos caminhando lentamente com o apoio de bengalas, com olhos fixos no andor da padroeira, onde pagaram promessas, pedir graças ou agradecer por bênçãos alcançadas – alguns não têm dúvida de que foram merecedores de milagre divino.

Movido pela fé e guiado pela padroeira, ao lado dos familiares, André Pereira, de 28 anos, que atua no ramo de marketing e multimídia, cumpriu o ritual de peregrinação: fez suas orações e caminhou pelo traçado da procissão com quatro tijolos na cabeça. “Foi uma promessa que minha mãe faz, que se eu ficasse curado de uma úlcera no estômago, teria que pagar promessa e andar durante cinco anos com os tijolos na cabeça”, relevou André Pereira.

O trajeto da romaria, também contou com apoio de voluntários, entre eles, Juracema Catique, de 66 anos, que há 4 anos, faz a coleta de doações dos fiéis durante a procissão. “É um sacrifício que fazemos pela graça de Deus que nos concede maravilhas em nossas vidas e apenas estou retribuindo o amor a cristo“, comentou Juracema. 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.