Quarta-feira, 03 de Março de 2021
FISCALIZAÇÃO

Procon-AM multa supermercado no bairro Flores por venda de alimentos vencidos

Enlatados, congelados, produtos de fabricação própria do supermercado, entre outros foram apreendidos no estabelecimento que é reincidente



WhatsApp_Image_2019-03-11_at_18.01.22_8301E112-C381-43B6-8076-C48A1E2B3F0C.jpeg Foto: Divulgação
11/03/2019 às 19:57

O Programa de Proteção e Orientação do Consumidor (Procon-AM) multará o supermercado da rede Carrefour, localizado no bairro Flores, Zona Centro-Sul, por constatar a comercialização de 11 itens distintos do segmento de alimentos impróprios e inadequados ao consumo. O valor da infração ainda será calculado e levará em conta a reincidência desse estabelecimento.

A fiscalização ocorreu nesta segunda-feira (11) e foi a primeira realizada dentro da programação da "Semana do Consumidor", que acontece até a próxima sexta-feira (15).



Enlatados, congelados, produtos de fabricação própria do supermercado, entre outros foram apreendidos totalizando 96 unidades que serão usadas como prova do auto de infração. Todos os lotes impróprios, expostos nas prateleiras, foram imediatamente retirados do local e proibidos de serem comercializados.

"A exposição de itens com data de validade vencida, a falta da mesma na embalagem e produtos estragados são os casos mais corriqueiros em supermercados. São infrações que infringem o Código de Defesa do Consumidor em relação à proteção à saúde e à vida e restringe o acesso à informação", informa Jalil Fraxe, gestor do Procon-AM.

Outras fiscalizações surpresas irão ocorrer. Para fazer denúncias e solicitação de visitas do Procon-AM a estabelecimentos com suspeita de infração ao Código de Defesa do Consumidor, pode-se ligar para 0800 092 1512 ou acessar as redes socais do órgão.


Mais de Acritica.com

2 Mar
155888496_10225477909759177_7982991234948859702_o_85AE5B9F-DF53-47FE-9A87-B7676D39D101.jpg

Briga por herança motivou morte de peixeiro, diz polícia

02/03/2021 às 20:28

Quase duas semanas depois da morte do peixeiro Adinaldo Faria de Souza, 44, a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) concluiu que o assassinato foi resultado de uma trama em família por “herança”, “seguro de vida” e “dinheiro” da vítima


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.