Publicidade
Manaus
Manaus

Procurado por homicídio é preso praticando atos libidinosos com outro homem

Policiais verificaram o nome de Ailton no sistema da polícia e foi constatado um mandado de prisão preventiva em aberto por homicídio; ele foi preso enquanto fumava pasta base de cocaína e praticava atos libidinosos com um homossexual 16/10/2013 às 11:52
Show 1
O local onde a dupla foi encontrada é utilizado por usuário de drogas como “fumódromo” e para prática de sexo
Bruna Souza* Manaus, AM

O ex-presidiário Ailton Souza da Silva, 28, conhecido no mundo do crime como “Macaco”, era procurado pela polícia por um homicídio que cometeu em maio de 2004 e acabou preso na manhã desta quarta-feira (16), enquanto fumava pasta base de cocaína e praticava atos libidinosos com um homossexual em um matagal na rua Açaí, bairro Distrito Industrial I, na Zona Sul de Manaus.

De acordo com policiais militares da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o local onde a dupla foi encontrada é utilizado por usuário de drogas como “fumódromo” e para prática de sexo.

Durante esta manhã, a viatura em patrulhamento pela via desconfiou dos dois homens e realizou a abordagem. Com eles foi encontrado apenas um cigarro de pasta base que estava sendo consumido, porém ao analisar o nome de Ailton no sistema da polícia foi constatado que o mesmo tinha um mandado de prisão preventiva em aberto por homicídio.

Crime

Ailton assassinou Oziel Souza Vieira na rua Pista da Raquete, bairro Nova Vitória, na Zona Leste, no dia 1º de Maio de 2004 e desde então estava sendo procurado. O suspeito negou ter matado a vítima e disse que não estava em ato libidinoso com o homossexual no matagal.

“Eu sou homem, não matei e nem estava com contato físico com o cara lá. Só estava fumando um cigarro”, declarou.

Ailton confirmou a equipe de reportagem de A Crítica que já cumpriu pena por ter roubado um ônibus na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), mas que não devia mais nada à justiça.

*Com informações do repórter Thiago Monteiro  


Publicidade
Publicidade